Campanha site

Hexa: O malabarismo para não acreditar é grande!


  • Parada Técnica
  • 20 de Junho de 2022 | 08h22
 Reprodução
Reprodução

Olá senhoras e senhores! Uma excelente semana para todos nós. Vamos falar sobre futebol?

O ano era 2002, eu tinha nove anos, clima contagiante e tenso para a Copa do Mundo do Japão e da Coreia do Sul. Torcer para a seleção brasileira em um Copa tem algo diferente pra mim, eu não sei explicar direito, é uma mistura de muitos sentimentos. É como se fosse um natal, um ano novo, onde você se reuni com as pessoas que mais ama pra vivenciar um momento mágico. Colocando uma pitada de paixão nesse texto, eu admito que a Copa do Mundo mexe demais comigo! Eu fico ansioso, tenso, de olho no relógio pra ver a hora do jogo do Brasil chegar logo. Isso acontece com vocês?

Citei a Copa do Mundo de 2002, pois foi a primeira Copa que me recordo de ligar a televisão sozinho pra assistir a um jogo de maneira espontânea. Foi demais! Tenho marcado em minha memória todos os jogos, sem exceção. Faz parte da minha construção como narrador esportivo e jornalista.

Reflexivo por esse amor pela Copa e pela minha admiração pela seleção brasileira, eu fico embasbacado de como existem pessoas que torcem contra a MAIOR E MAIS PESADA CAMISA DO FUTEBOL MUNDIAL, pelo simples fato de serem do contra. 

Nunca na história uma seleção foi palco para tantos craques como o Brasil ao decorrer da linha do tempo futebolística. De Arthur Friedenreich à Neymar, a seleção canarinho foi e sempre será o maior templo de adoração para os grandes deuses do futebol. 

Voltando a mirar a Copa do Mundo desse ano: qual a dificuldade em aceitar que o Brasil é uma das favoritas? Defesa sólida, meio campo marcador/criativo e um ataque que pode fazer um barulho tremendo em novembro. Existem detalhes para acertar? Claro. Existem dúvidas sobre quem convocar? Acredito que sim. Mas hoje existe alguma seleção europeia, por exemplo, jogando o fino da bola? Não, né!

A pessoa que diz que o Brasil não passa nem das oitavas, ou tem algum problema de saúde sério ou não conhece nada de futebol. Estão tentando por aí fazer um malabarismo mental na cabeça das pessoas. Não sei qual é o propósito dessa forçada de barra, mas eu torço demais para que o hexa venha, pois temos um dos trabalhos mais consistentes de todo o futebol mundial. 

Sem mais: somos favoritos, ao lado de pouquíssimas seleções. Se deixar a gente chegar perto de levantar a taça, é melhor começar a torcer contra mesmo. Na real, o povo brasileiro que respira futebol, merece demais esse momento de alegria.

 

Seja o Primeiro a Comentar

Comentar

Campos Obrigatórios. *