ZAP HOME - VERMELHO

Os legados de Tiradentes para a existência humana


  • Papo de Psicólogo
  • 21 de Abril de 2022 | 12h45
 Reprodução
Reprodução

Joaquim José da Silva Xavier (1746-1792). Pelo seu próprio nome talvez você não o conheça, mas com certeza você já ouviu falar do dia de sua morte ou da forma no qual é chamado: Tiradentes.

No dia 21 de abril, desde 1965, é comemorado o dia de Tiradentes.  Conhecido como um importante líder pelo seu povo e por suas ideias. Foi um dos responsáveis pela Inconfidência Mineira, que tinha por objetivo a instituição de um sistema de governo republicano, o qual lutava pela liberdade do Brasil dos impostos abusivos cobrados por Portugal.

 Tiradentes foi o único membro da Inconfidência que lutou até a morte pelo seu propósito e pela busca da liberdade.

A liberdade é uma característica inteiramente humana, mesmo diante das circunstâncias em que não podemos controlar ou aquilo que não podemos mudar. Temos liberdade nas nossas escolhas, somos livres para agir ou reagir diante do destino. Por isso, sempre é importante exercermos a nossa liberdade de escolha com responsabilidade, nos tornando cada vez mais autênticos e nos afirmando diante da nossa estrutura psicológica.

E esta liberdade tão importante para o indivíduo foi a qual Tiradentes lutou até a morte. O psiquiatra e neurologista Viktor Frankl, no seu livro Em Busca de Sentido, escrito a partir da sua experiência nos Campos de Concentração, diz que: “ Pode-se privar a pessoa de tudo, menos da liberdade última de assumir uma atitude alternativa frente às condições dadas” (Frankl, 2008, p. 66-67). 

Sendo assim, Tirandentes através da sua trajetória de vida também nos recorda a importância de viver por um propósito, a motivação básica do indivíduo. Buscar um sentido para a vida neste dia 21 nos faz recordar o que para Tiradentes foi sua principal motivação para viver a busca pela liberdade de seu povo. O Filósofo Friedrich Nietzsche (1844-1900) diz que: “ Quem tem um para que viver, suporta qualquer como”.

E pra você ? Como você tem exercido a sua liberdade de escolha ? E hoje qual é a sua principal motivação para viver ?

Um grande abraço, até a próxima postagem.

Sérgio Alexandre Sá

Psicólogo

CRP 05/58383

1 Comentário

Comentar

Campos Obrigatórios. *