Bombeiros recebem educação on-line durante a pandemia

A modalidade, que começou a ser implantada na corporação há quase 20 anos, foi aprimorada e adequada para garantir a manutenção do calendário dos cursos


22 de Agosto de 2020 | 11h45

Cerca de 1.500 militares recebem capacitação on-line nas plataformas de Ensino a Distância (EAD) do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) desde março, quando teve início a pandemia do novo coronavírus. A modalidade, que começou a ser implantada na corporação há quase 20 anos, foi aprimorada e adequada para garantir a manutenção do calendário dos cursos, sem prejuízo no processo de ensino-aprendizagem dos oficiais e praças, neste momento de exceção.

- Tendo em vista as recomendações de distanciamento social da Secretaria de Estado de Saúde, atividades que antes eram realizadas de maneira presencial ou semipresencial passaram a ser oferecidas, temporariamente, de forma totalmente remota em nosso Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Hoje, temos seis cursos ativos que utilizam a ferramenta pedagógica - disse o major Sandro Sampaio, comandante do Centro de Educação a Distância (CEAD) do CBMERJ.

A iniciativa beneficia alunos do Curso Especial de Formação de Cabos (CEFC), do Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS) e do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS), ministrados pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP). O Curso Superior de Comando (CSBM) e o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO), ministrados pela Escola Superior de Comando de Bombeiro Militar (ESCBM), também tiveram aulas adaptadas ao modelo virtual.

- Embora estejamos projetando a volta gradual das atividades do Curso de Formação de Oficiais, os cadetes, por exemplo, seguiram cursando algumas disciplinas do módulo acadêmico, como cálculo, química, direito e mecânica a distância. A tecnologia é uma grande aliada no processo de ensino-aprendizagem, permitindo flexibilidade de tempo e economia de recursos. O EAD nos possibilita acompanhar a evolução da sociedade e contribui para o aprimoramento permanente dos nossos heróis, garantindo a excelência dos nossos serviços - afirmou o coronel Ricardo Macedo, Diretor-Geral de Ensino e Instrução (DGEI).

Desde 2010, quando a plataforma de ensino a distância do CBMERJ foi criada, mais de 16 mil bombeiros já participaram de cursos regulares e de especialização que contam com módulos on-line. Em 2018, a corporação criou o Centro de Educação a Distância (CEAD/DGEI), inaugurando um Estúdio de Produção Audiovisual voltado para a elaboração de vídeo-aulas complementares às aulas/instruções, reforçando e padronizando a formação dos bombeiros.

Colégios militares

A Educação a Distância também tem beneficiado os alunos dos colégios militares do Corpo de Bombeiros RJ, em Volta Redonda e Miguel Pereira, que estão fechados fisicamente em cumprimento às medidas preventivas contra a Covid-19. Desde março, estudantes e professores usam as mesmas ferramentas já aplicadas nos cursos regulares e de especialização da corporação.

 - Estamos preservando a saúde de todos os envolvidos e cumprindo o currículo previsto - reforçou o coronel Ricardo Macedo.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.