Campanha site

A união de amor por Campos


  • Opinião NF
  • 10 de Dezembro de 2021 | 07h34
 Foto: SubCom/ César Ferreira
Foto: SubCom/ César Ferreira

Falamos aqui várias vezes sobre a importância da união. E é preciso bater nesta tecla novamente. Temos vários exemplos de sucesso, mas, em especial, a parceria entre o prefeito Wladimir Garotinho e o governador Cláudio Castro deu match. E essa relação tem gerado ótimas notícias para Campos. Não por acaso, Wladimir tem feito tantas declarações de gratidão a Castro em seus discursos. Dai a César o que é de César.

Wladimir assumiu a prefeitura em 1º de janeiro com salários atrasados dos servidores, vários serviços e secretarias sucateadas e sem dinheiro para honrar os compromissos mais básicos. Mas foi através desta parceria que Campos conseguiu colocar as contas em dia com os servidores e anunciar investimentos importantes como a reforma do Hospital Geral de Guarus e a abertura do Restaurante Popular, por exemplo. É verdade que o município teve um aumento na arrecadação dos royalties, mas as lições do passado nos mostram que ter dinheiro nem sempre é garantia de boas administrações.

E, graças a essas parcerias, com apoio do governador, de deputados federais que encaminham emendas ao município e ao equilíbrio fiscal, Wladimir pôde anunciar na última terça-feira (7), na Câmara, o abono de R$ 2 mil a todos os servidores públicos municipais de Campos. O texto deve ser votado pelos vereadores na próxima semana e, por conta da legislação, poderá ser efetivado o pagamento apenas em janeiro. Mas é uma notícia excelente e que mostra a diferença de gestões. Ao final de 2020, a realidade era salários em atraso. Ao final de 2021, abono para todos. Isso é gestão!

Bairro Legal é de responsabilidade do Estado

Ainda no campo das parcerias, é preciso esclarecer algo importante. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu as licitações das obras do Bairro Legal em dez localidades de Campos por suspeita de irregularidades. Primeiro, que este é um procedimento normal dentro da administração pública. O TCE é um órgão de controle e se encontrar pontos que podem gerar certa dúvida no futuro, é de praxe suspender o certame para regularização. Em segundo lugar, Wladimir anunciou estas obras, mas elas são de responsabilidade do Governo do Estado. A prefeitura apenas entregou o projeto básico. Todo o trâmite burocrático fica por conta da Secretaria de Estado de Cidades.

Mourão em Campos?

E a busca por parcerias não fica restrita ao estado do Rio de Janeiro. Nesta semana, Wladimir e sua irmã, a deputada federal Clarissa Garotinho, se encontraram com o vice-presidente Hamilton Mourão em Brasília. Além das conversas políticas naturais, os dois convidaram Mourão para visitar Campos no início de 2022. O vice-presidente é sondado como possível candidato ao Senado, mas não confirmou se entrará na disputa eleitoral no próximo ano. 

Contas aprovadas

As prefeitas Carla Machado, de São João da Barra, e Francimara Barbosa Lemos, de São Francisco de Itabapoana, receberam uma boa notícia de final de ano. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu parecer pela aprovação das contas referentes a 2020 das duas gestoras. Nas redes sociais, Carla comemorou a decisão e lembrou que o último ano foi especialmente desafiador por causa dos desafios fiscais causados pela pandemia de Covid-19. “Esse resultado só foi possível porque trabalhamos o tempo todo com responsabilidade, com austeridade. Tanto que São João da Barra foi citada no Índice Firjan de Gestão Fiscal como uma das cidades do Estado do Rio com melhor resultado em 2020, recebendo nota máxima em quesitos como autonomia, gasto com pessoal e liquidez”, disse Carla.

Por: Cleyton Lacerda

Seja o Primeiro a Comentar

Comentar

Campos Obrigatórios. *