Opinião NF

Opinião NF

01 de Outubro de 2021 | 07h00 - Atualizado em 30/09/2021 21h26

Prefeitura envia à Câmara projeto para promover emprego a pessoas em situação de rua


A pandemia de Covid-19 e suas consequências econômicas chamaram a atenção do mundo para a importância da rede de proteção social, principalmente para os mais necessitados. Neste contexto, o Governo Federal criou o auxílio emergencial e o Governo do Estado implantou o Supera RJ, que são programas de transferência de renda. Campos já vinha enfrentando uma grave crise financeira e que também foi ampliada por causa do coronavírus. No entanto, com a melhora dos indicadores, o prefeito Wladimir Garotinho anunciou, nesta semana, a criação de três programas sociais municipais: Mãe Coruja, Cartão Goitacá e Acolhe Campos.

O primeiro prevê a oferta de 200 enxovais por mês para recém-nascidos, filhos de mães em situação de vulnerabilidade. Já o Cartão Goitacá, nos mesmos moldes dos projetos federal e estadual, também irá transferir R$ 200 para famílias em situação de extrema pobreza. Todos são importantíssimos, mas o terceiro, o Acolhe Campos, foi o que mais me chamou a atenção. O programa vai propor às concessionárias de serviços públicos que destinem até 5% de suas vagas de emprego a pessoas em situação de rua, oriundas de cadastros realizados pela equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social.

Com o Acolhe Campos, Wladimir dá um passo à frente nos programas sociais. É muito importante acolher emergencialmente quem mais precisa, mas é fundamental proporcionar a dignidade e independência plena a essas pessoas com a oferta de qualificação e emprego. Desta forma, quem se encontra em vulnerabilidade terá condições de melhorar sua condição e ter autonomia. 

TCE aprova acordo com Campos

Enfim, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou, na quarta-feira (29), por unanimidade, a proposta do Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) da Prefeitura de Campos que vai permitir que o município utilize os royalties do petróleo para pagamento dos servidores. As ações implantadas por Wladimir para reduzir custos e aumentar a arrecadação própria desde o início do ano contribuíram para a decisão. Pelo documento, em 2021, o município poderá utilizar 100% de parte dos royalties permitidos. Em 2022, 75%; em 2023, 50% e, em 2024, não poderia utilizar mais os royalties para pagamento dos servidores.

Segurança Presente em Campos

O secretário estadual de Governo Rodrigo Bacellar, publicou nas suas redes sociais nesta quinta-feira (30), que foi iniciada uma licitação visando adquirir cerca de 400 viaturas para o programa Segurança Presente, que será feito em Campos dos Goytacazes e mais três novas cidades. O programa está em vigor no Rio, e o anúncio da expansão do sistema para o interior, mais precisamente em Campos, foi feito no dia 2 de agosto. A Operação Segurança Presente é um modelo de policiamento de proximidade que complementa a atuação da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Com o objetivo de promover ações de segurança pública, cidadania e atendimento social.

Comissão da Alerj repudia Bacellar

Em mais uma repercussão sobre as infelizes declarações do secretário estadual de Governo Rodrigo Bacellar sobre a primeira-dama de Campos Tassiana Oliveira, também na quarta, foi a vez da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) se manifestar e emitir uma nota de repúdio. No texto, a presidente da comissão, deputada Enfermeira Rejane, classificou a declaração de Bacellar como “machista, misógina e intolerável”. Bacellar, que é deputado estadual licenciado, atacou a honra de Tassiana ao insinuar casos extraconjugais para responder a uma provocação de Wladimir nas redes sociais.

IPTU questionado no MP

Um grupo de 10 vereadores da oposição protocolou no Ministério Público um pedido para abertura de uma ação para suspender definitivamente a cobrança do IPTU retroativo, proposto pela prefeitura. No entanto, especialistas no Direito dizem que o movimento não teria como prosperar porque caberia a cada um que se sentir lesado, individualmente, questionar a decisão na Justiça. Estiveram no MP os parlamentares Raphael Thuin, Igor Pereira, Bruno Vianna, Rogério Matoso, Marquinho Bacellar, Nildo Cardoso, Fred Machado, Abud Neme, Anderson de Mattos e Helinho Nahim.

 

Articulação política de Caio Vianna

Desde Niterói, onde é secretário municipal de Ciência e Tecnologia, Caio Vianna continua suas articulações de olho nas eleições de 2022. Nesta quinta-feira (30), o pedetista se encontrou com os vereadores campistas Maicon Cruz, Thiago Rangel, Marquinho do Transporte e Rio Lu. Os dois primeiros foram eleitos com apoio do prefeito Wladimir Garotinho, enquanto os dois últimos, também do PDT, decidiram embarcar na base governista. Crítico de Wladimir, Caio é um nome natural para concorrer novamente a deputado federal no ano que vem.

 

Campos ganha vaga no Conselho de Juventude

Campos ficou com a vaga de diretor de políticas públicas e projetos no Conselho Estadual de Juventude (Forjuve), representado por Lucas Barreto, que ocupa o posto de gerente local. A eleição aconteceu na Câmara de Arraial do Cabo, contou com a presença de representantes de 50 cidades do estado do Rio de Janeiro e foi acompanhada pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude.

 

Por: Cleyton Lacerda


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Quem Sou

Cleyton Lacerda


Arquivo