Opinião NF

Opinião NF

24 de Setembro de 2021 | 07h22

Qual será o próximo capítulo da novela sobre a Ponte da Integração?


A novela envolvendo a Ponte da Integração, entre São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, ganhou mais um capítulo nesta semana. O conselheiro Christiano Lacerda Ghuerren, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), contradisse o governador Cláudio Castro e afirmou não existir qualquer impedimento legal dentro da Corte para a continuidade das obras iniciadas há sete anos. Em visita a SJB no início de agosto, Castro afirmou que havia reservado o dinheiro para a conclusão, mas que dependia do aval do TCE. 

O fato é que o Tribunal apontou indícios de superfaturamento de aproximadamente R$ 30 milhões na execução da obra, na gestão do então governador Luiz Fernando Pezão e orçada originalmente em R$ 105 milhões. Foi em cima desse entendimento que Cláudio Castro optou pela prudência de aguardar. O problema é que o órgão já havia dado o sinal verde, mas ninguém percebeu. Segundo Ghuerren, os responsáveis apresentaram defesa mostrando a redução de parte do sobrepreço.

Na passagem por São João da Barra, Castro afirmou: “A hora que liberar, em menos de 30 dias essa obra já voltou e será terminada o mais breve possível”. O prazo já começou a contar e o que a população espera é o final deste drama sem nenhuma nova reviravolta típica da teledramaturgia.

Mais dinheiro para Campos

O prefeito de Campos Wladimir Garotinho tem tentado emplacar uma série de medidas e leis dentro de um pacote de austeridade para reduzir os gastos e aumentar a receita própria do município. Alguns pontos, como aumento de impostos, causaram bastante polêmica. Na última sexta-feira, a Justiça acatou, liminarmente, uma ação que pedia a suspensão da cobrança do chamado IPTU retroativo. Mesmo assim, Wladimir tem atingido seus objetivos. Somente nos oito primeiros meses de 2021, a prefeitura registrou um aumento de 37,5% recursos emitidos em notas fiscais de CNPJs em comparação ao ano passado inteiro. E a expectativa é de que este valor chegue a quase 90% até dezembro. Somado ao aumento nos repasses dos royalties do petróleo, o dinheiro tem circulado mais na cidade e a roda começa a girar para começar tirar o município da crise financeira.

 

Vereadores e setor produtivo juntos

Aproveitando a decisão judicial sobre o IPTU retroativo, vereadores da oposição aproveitaram para se reunir novamente com empresários na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Parlamentares como Rogério Matoso, Anderson de Matos, Raphael Thuin e Helinho Nahim estiveram presentes e se posicionaram novamente contrários às medidas de austeridade de Wladimir, assim como os representantes do setor produtivo. Na última semana, a CDL emitiu uma nota onde diz que “toda sociedade ganha com decisão de Wladimir de retirar o projeto que reajustava o Código Tributário na Câmara”. Essa atitude está relacionada à celebração do Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) junto ao TCE, que tem como objetivo de autorizar o município a utilizar recursos dos royalties para pagamento dos servidores. A decisão foi anunciada pelo próprio prefeito, mas o Tribunal ainda não bateu o martelo.

 

Caio Vianna em Niterói

Candidato a prefeito derrotado no segundo turno por apenas 4,8% dos votos em Campos, Caio Vianna comanda, desde abril, a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia de Niterói, onde o seu partido, o PDT, comanda o município na gestão do prefeito Axel Grael. E, nesta semana, Caio inaugurou uma unidade da chamada Plataforma Urbana Digital, que disponibiliza capacitação gratuita nas áreas de informática e tecnologia. Nas redes sociais ele mostrou o local, com vários equipamentos modernos e estrutura ampla para receber, principalmente, os jovens em busca de qualificação. É um projeto interessante e que merece ser visto de perto.

 

Por: Cleyton Lacderda


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.

Quem Sou

Cleyton Lacerda


Arquivo