Opinião NF

Opinião NF

10 de Setembro de 2021 | 07h34 - Atualizado em 11/09/2021 14h25

Wladimir colhe o que planta


Nas últimas semanas venho falando aqui sobre a importância dos ajustes nas contas públicas de Campos e sobre a falta de alternativas dos vereadores de oposição na Câmara. Além das necessárias medidas de austeridade adotadas pela Prefeitura, a busca por alternativas econômicas é fundamental para que o município comece a sair desta imensa crise. Agricultura e pecuária já foram a base da economia local, mas as atividades foram esquecidas na medida que o dinheiro dos royalties do petróleo se tornou abundante. No entanto, com a decadência da Bacia de Campos e a redução drástica dos repasses, as atividades agrícolas voltaram a ter protagonismo nos debates durante as eleições anteriores. Apenas reconhecer a importância do setor não muda absolutamente nada. Na prática, o que os últimos governos fizeram a respeito? É difícil lembrar, não é mesmo?
Desde que assumiu o mandato, Wladimir Garotinho tem mostrado esforço para mudar essa situação. Claro que é impossível mudar décadas de abandono em tão pouco tempo, mas era preciso um começo. E a primeira semente plantada é a recuperação das estradas vicinais no interior.

Estradas ruins aumentam custo de produtos

Campos tem tudo para aumentar a produção local e se tornar uma potência agrícola. Mas antes de pensar no crescimento, é importante melhorar as condições do homem e da mulher do campo que já produzem por aqui. Uma das maiores dificuldades em um município com as dimensões de Campos é a manutenção das estradas vicinais. Desde a Baixada Campista, passando pelas regiões do Imbé, Serrinha e Dores de Macabu, até Morro do Coco, Santo Eduardo e Santa Maria. Os problemas para escoamento da produção é um dos principais motivos para encarecer o valor dos produtos e afugentar novos interessados em investir na nossa zona rural. Esse é um preço caro que se paga pelo desleixo e esquecimento da agricultura nos últimos anos.

Estradas do Produtor chega à Baixada

Desde o início do governo, Wladimir tem investido nas estradas vicinais e, na última quarta-feira (8), lançou mais uma etapa do projeto Estradas do Produtor, em parceria com o Governo do Estado, para levar o programa à Baixada Campista. Já foram mais de 150 km de vias recuperadas e a expectativa é de que esse número ultrapasse os 250 km. E a promessa do prefeito é dobrar o valor investido pela Secretaria Estadual de Agricultura com recursos próprios do município ou obtidos através de emendas parlamentares para beneficiar ainda mais localidades.

Imbé foi primeira região beneficiada

Particularmente, também como um produtor rural na região do Imbé – a primeira a ser beneficiada pelo programa –, posso dar um testemunho da necessidade deste tipo de investimento. São vários agricultores, pecuaristas, produtores de água mineral e de laticínios, além de moradores e turistas, que conseguem se locomover mais rápido. Sem contar que uma boa estrada reduz drasticamente os custos de manutenção dos veículos de transporte e que ajudava a encarecer o preço dos produtos.  

Parceria garante Espaço do Produtor em Campos

Além disso, outra parceria estratégica com a Secretaria Estadual de Agricultura vai trazer para Campos três unidades do Espaço do Produtor. O programa inspirado no modelo implantado no município de Miguel Pereira prevê a criação de locais com toda a estrutura para que produtores locais possam vender direto aos consumidores. Wladimir Garotinho esteve na cidade do Centro-Sul Fluminense para conhecer o projeto e aguarda os próximos passos do Governo do Estado para implantação por aqui também. Esses exemplos de diálogo, busca de recursos e trabalho mostram que, com todas essas sementes plantadas agora, não só o prefeito, como nossa agricultura e economia têm vários bons frutos para colher em breve.

Por: Cleyton Lacerda


1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Aline

10/09/2021 | 11h01
Após longos quatro anos de espera por manutenção da estrada do Imbé, o governo olhou para a população rural e possibilitou que os produtores da região pudesse ir e vir com dignidade. Parabéns Wladimir!!!!!

Quem Sou

Cleyton Lacerda


Arquivo