NOVO NF

Cheia dos rios afetam moradores de diversas cidades da região

Saiba como está a situação de cada cidade do Norte e Noroeste Fluminense


  • Cidades
  • 12 de Janeiro de 2022 | 12h18
 Foto: Ascom
Foto: Ascom

Devido às fortes chuvas que atingiram as regiões Norte e Noroeste Fluminense, os rios que cortam os municípios atingiram a cota de transbordo, entrando nas casas e deixando diversas famílias desabrigadas e desalojadas. O NF Notícias trouxe um panorama dessas cidades.

Campos

O Rio Paraíba do Sul, em medição realizada às 12h15 desta quarta-feira (12), chegou a cota de 10,94 metros. Através de vídeos feitos por leitores e a equipe do NF Notícias, é possível observar que a água está atingindo o Centro da Cidade de Campos dos Goytacazes, a Beira Rio, na altura do parque Vicente Gonçalves Dias, no subdistrito de Guarus, e outros bairros como a comunidade da Portelinha, Matadouro, Parque Prazeres, Aldeia e Jardim Carioca.

Campos tem até o momento oito famílias desabrigadas, sendo 29 pessoas e 50 famílias desalojadas, esse número pode crescer com o decorrer do dia. 

São João da Barra

O nível do Rio Paraíba do Sul atingiu 6,80 na manhã desta quarta-feira, 12. Segundo a Defesa Civil Municipal, a previsão é que continue subindo nas próximas horas e a partir desta quinta-feira, 13, comece a baixar, já que parou de chover em várias regiões onde estão as cabeceiras dos afluentes. A abertura das barras no Pontal de Atafona e na Lagoa de Grussaí está ajudando a escoar a água mais rapidamente para o mar e evitar o transbordo. A cota na cidade é de oito metros.

As famílias afetadas estão sendo assistidas. Até a manhã desta quarta-feira há duas famílias desalojadas, ambas em Barcelos. A Prefeitura mantém uma estrutura pronta para receber famílias que fiquem desabrigadas. 

São Fidélis

A Defesa Civil de São Fidélis informa que durante a noite o Rio Paraíba teve uma leve diminuição no nível de água, mas o município segue ainda em estado de alerta.

Segundo o Superintendente da Defesa Civil Maná, a Usina Ilha dos Pombos continua com o fluxo alto, por tanto, é de extrema importância que a população tome os cuidados, principalmente os moradores que residem às margens do Rio Paraíba do Sul ou em áreas que tem probabilidade de serem afetadas.

Foto: SF Notícias 

Cardoso Moreira

O nível do Rio Muriaé continua baixando em Cardoso Moreira. Na medição de 11h desta quarta (12), o nível apresentado foi de 8,99m. Ainda estamos em cota de transbordo. Até o momento, 1262 pessoas foram afetadas pelas cheias. Dessas, 284 estão desalojadas e 63 desabrigadas. Um total de 7 bairros e 27 ruas atingidos.

Em caso de necessidade entre em contato com a Defesa Civil de Cardoso Moreira através do telefone (22) 9 8112-4616 ou com o Ponto de Apoio através do telefone (22) 9 9231-7075.

Italva

A Prefeitura de Italva, por meio da Secretaria de Defesa Civil informa que está em constante monitoramento do Rio Muriaé. Devido a enchente município, cerca de 26 pessoas estão desabrigadas e 137 desalojadas. No total, 1500 pessoas foram atingidas pelas cheias. 

Em medição realizada na manhã desta quarta-feira (12), o rio atingiu a cota de 4,91 metros.

Foto: Italva Em Foco

Itaperuna

A Prefeitura de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Defesa Civil e Ordem Pública (SEMDECOP) segue monitorando a situação do Rio Muriaé na região e nas mediações da cidade. A manhã desta quarta-feira (12), houve o recuo das águas do Rio Muriaé e a expectativa das autoridades é que ela retorne, nas próximas 24 horas, para a calha no limite dos 4m.

Na medição mais recente, realizada às 09h15 da manhã desta quarta, foi constatado o recuo de 26cm nas últimas 12 horas (21h15min - 09h15min), registrando atualmente 4,98m.

Outra medida adotada pela administração municipal foi a liberação das duas pistas da Avenida Cardoso Moreira, que ainda apresenta alguns bolsões d`água, mas sem grandes transtornos para motoristas e pedestres.

Em caso de emergência, entre em contato com a Defesa Civil através do WhatsApp (22) 3824-6334.

Em Retiro de Muriaé, 5º distrito de Itaperuna, através de imagens é possível observar o estrago que as águas fizeram no local, deixando dezenas de famílias desalojadas.

Foto: Diário do Noroeste 

Aperibé

A Prefeitura de Aperibé, no Norte Fluminense, já conta 3 mil moradores afetados pela chuva até a tarde dessa terça-feira (11) e decretou estado de emergência. Segundo a Defesa Civil, são 250 desalojados e 13 desabrigados.

A Defesa Civil vem monitorando a cheia dos rios que cortam a cidade. O Rio Pomba, afluente ao Rio Paraíba, chegou ao nível de 4,99 m, ficando acima da conta de transbordo, que é de 3,60m, mas a água começou a descer. No último boletim, divulgado às 17h, o nível estava em 4,89m.

Foto: Jonatas Brasil 

Pádua

Segundo o Alerta de cheias do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), a cota de trasbordo do Rio Pomba é de 5 metros e, apesar da sua última medição, às 12h15 apontar 5,51 metros, o rio está baixando seu nível. O máximo atingido foi de 6h43 nessa terça-feira (11).

Foto: Thiago Magalhães Curty 

Itaocara

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros da cidade, o Rio Paraíba do Sul está com medição feita às 8h,  5,45 metros, sendo sua cota de transbordo em 5 metros. O município segue em alerta máximo e o rio oscilando entre aumento e baixa em sua cota.

Foto: Folha Itaocarense

Miracema

A Defesa Civil informou que o córrego Santo Antônio, que corta o perímetro urbano da cidade, está com sua cota normalizada. O município teve deslizamentos de terra, mas não há no momento desabrigados e desalojados. O córrego chegou aos 3,5 metros, mas sua cota agora é de 2, 3 metros, considerado normal.

Foto: SF Notícias 

Cambuci

A Defesa Civil da cidade informou que o nível do rio segue descendo de forma gradativa. A cota de transbordo é de 5,20 metros e a última medição aponta que o Rio Paraíba do Sul, que corta o município está em 5,52 metros, apresentando oscilações.

Cambuci conta com 337 pessoas desalojadas e 18 desabrigadas, até o fechamento desta matéria. 

Foto: SF Notícias 

 

Seja o Primeiro a Comentar

Comentar

Campos Obrigatórios. *