Garotinho reafirma apoio a Cláudio Castro

Garotinho disse, em nota publicada em suas redes sociais, que o seu desejo é voltar a Brasília


25 de Outubro de 2021 | 17h50

O ex-governador é deputado mais votado da história do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, tratou de desmentir o que ele chamou de "fofoca" e reafirmou o apoio ao governador Cláudio Castro para as eleições do ano que vem.

Garotinho disse, em nota publicada em suas redes sociais, que o seu desejo é voltar a Brasília. Além da busca por se candidatar a deputado federal, o ex-governador revelou que defende em seu partido o apoio à candidatura de Cláudio, desde que "haja reciprocidade", onde o partido ocupe espaço na chapa, seja na vice ou no Senado, e no governo.

Mas Garotinho também afirmou que, "a política é feita de entendimentos, caso eles não ocorram" o seu nome estaria à disposição do partido para a disputa ao Estado do Rio também.

Resumindo, o ex-governador apenas busca a atenção e o carinho que uma liderança experiente que lidera as pesquisas merece na hora da composição político-partidária, até porque, além do seu próprio peso eleitoral, Garotinho hoje representa um dos maiores partidos recém criados, o União Brasil, dono de maior número de cadeiras em Brasília e um fundo eleitoral de dar inveja a qualquer sigla.

Então, não há nada demais nos anseios do ex-governador. E Cláudio deverá atendê-lo.

Acompanhe a nota na íntegra:

"Várias notas foram publicadas a partir do encontro que tive, junto com minha filha Deputada Clarissa Garotinho, o presidente estadual do União Brasil, prefeito de Belford Roxo, Waguinho e do deputado Canela, com o vice-presidente nacional do novo partido Rueda.

Vale esclarecer alguns pontos, para que não paire dúvida a respeito do momento que vivemos, onde versões, muitas vezes prevalecem sobre os fatos.

1- Afirmei meu desejo de ser candidato a Deputado Federal, embora meu nome seja bem lembrado para Governador do Estado.

2-Defendi o apoio do partido ao Governador Cláudio Castro, mas havendo reciprocidade de espaço, na chapa majoritária (vice ou senado) e no governo.

3-A política é feita de entendimentos, caso eles não ocorram meu nome está

disponível para representar o partido na eleição ao Governo do Estado.

4-No momento estou elegível para qualquer cargo, faltando apenas quitar multas com a justiça eleitoral, o que ocorrerá oportunamente.

5-Nada foi conversado sobre cenário nacional, pois o partido através de sua direção conduzirá os entendimentos.

6-Reafirmei meus princípios trabalhistas, nacionalistas e cristãos e as posições progressistas na economia que sempre defendi. O resto é  fofoca."


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.