Covid-19: Estado do Rio registra primeira morte causada pela variante Delta

A vítima é um homem de 50 anos


22 de Julho de 2021 | 17h07

O município de Duque de Caxias confirmou, em nota, o primeiro registro de morte divulgado pela variante Delta no Estado do Rio de Janeiro. A vítima, um homem de 50 anos, foi identificada naquele município. Na última segunda (19), a Secretaria de Estado de Saúde informou que haviam 81 pessoas contaminadas pela nova variante. A capital fluminense informou que mais quatro casos de infecções com a B.1.617 foram identificados. São dois homens e duas mulheres com idades entre 28 e 60 anos.

A variante Delta está presente em pelo menos 111 países no mundo, conforme apontou a OMS no início desta semana, e tem circulado no Rio de Janeiro desde o final de maio. Sua transmissão comunitária preocupa e está se expandindo em todas as regiões do estado fluminense. A capital e Baixada Fluminense concentram o maior número de casos identificados da doença. A maior parte dos pacientes contaminados tiveram quadros brandos, mas uma pessoa em Duque de Caxias não resistiu à nova cepa da covid-19.

No município do Rio, a Secretaria Municipal de Saúde identificou quatro novos casos de acordo com o balanço feito nesta quinta-feira (22), totalizando um número de 27 infecções com a cepa oriunda da Índia na cidade. Os quatro novos pacientes que contraíram a doença possuem a faixa etária entre 28 e 60 anos, sendo dois homens e duas mulheres. Eles tiveram apenas sintomas gripais e já estão recuperados, contudo, fontes da prefeitura explicaram que o cenário pode estar mais expandido.

Fonte: O Dia 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.