Exclusivo: Doutor Charbell Kury alerta para o risco da variante delta e uma possível quarta onda no município

A entrevista foi concedida ao site NF Notícias


21 de Julho de 2021 | 15h55

A equipe de reportagem do site NF Notícias realizou uma entrevista com o Subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, doutor Charbell Kury. Durante a entrevista, assuntos como a variante delta, vacinação e fase verde foram debatidos com o subsecretário. O mesmo se mostrou preocupado com uma possível quarta onda e confiante na vacinação da população campista.

Quarta onda

Doutor Charbell falou sobre a quarta onda, que surgiu na Índia e que recebe o nome de variante delta, no Rio de Janeiro, o primeiro caso dessa variante foi em Campos, onde um trabalhador do ramo offshore testou positivo.

“Na última segunda-feira apresentamos os dados do Gabinete de Crise e colocamos um dado muito importante, que apesar de a fotografia do momento mostrar que estamos na fase verde, há uma grande preocupação relacionado a transmissão comunitária, ou seja, a transmissão dentro do Estado do Rio de Janeiro da variante delta que foi descoberta na Índia esse ano e no Rio sendo curiosamente o primeiro caso em Campos e conseguimos isolar”, falou.

Controle da Variante

O subsecretário diz que a preocupação se torna maior desde o momento em que a variante chega ao solo brasileiro, uma vez que a atenção tem que redobrar não deixando o vírus se espalhar como tem sido em outros lugares mundo a fora.

“No momento em que a variante chega no Brasil e se torna uma transmissão comunitária, isso é um problema, pois agora a vigilância se torna mais necessária e mais sensível. Em Campos implementamos no dia 25 de fevereiro a vigilância genômica com a UFRJ – Macaé, onde vamos toda semana e pegamos amostras de pacientes internados e amostras que fazemos na nossa coleta em seis pontos da cidade para a testagem aleatória se nesse momento identificarmos a variante indiana, deflagramos todo um plano de contingência que inclusive já começou. Separamos leitos, preparamos todos os sistemas e adquirimos os materiais”, frisou.

Vacinação Adultos

Relacionado a aceleração da vacinação em Campos nas últimas semanas, o mesmo informa que recebeu centenas de críticas, mas que não olha para trás e diz que terá um resultado positivo em um futuro bem próximo.

“Na semana passada de forma muito agressiva iniciamos uma vacinação aceleradíssima em que uma semana vacinamos um número de 45 mil pessoas, tivemos recordes diários. Fui muito criticado e não olho para trás, acredito que essa crítica vai se reverter em proteção. Sei que 45 mil pessoas, dentro de 3% de uma letalidade nós protegemos aí centenas de pessoas de morrerem e isso é um dado muito importante”, abordou.

Fase Verde – Regressão

Campos se encontra na fase verde do plano de retomada das atividades econômicas e sociais, mas Charbell mantém sempre o alerta ligado e sempre com um receio de que a nova onda chegue na cidade e que seja igual como aconteceu no mês de março desse ano.

“Se tivermos um crescimento de caso, crescimento de óbitos, internação e falta de leito de UTI como aconteceu em março, com certeza teremos restrições novamente, sendo de horários, de atividades econômicas, mas a gente espera que consigamos seguir em frente. Agora é um momento de se caminhar para frente e corrigindo aquilo que achávamos que seria um problema e que agora podemos arrumar”, argumentou.

Grupo infecção – Variante Delta

A variante delta, devido a vacinação de certos grupos, tem atingido os jovens, onde em sua maioria em todo país, não foram vacinados. Levantamentos mostram que na faixa etária dos 20 anos até 40, a doença tem sido mais letal.

“A Fiocruz fez um levantamento que os jovens hoje, principalmente na faixa etária dos 20 a 40 anos, são aqueles que estão mais expostos a falecerem. Principalmente com a vacinação de pessoas mais velhas, a doença cai agora para os mais jovens, chegando para os mais jovens. Também pessoas que se vacinaram e não podem deixar de usar a máscara, uma vez que a vacina não te impede de se contaminar, ela te impede de ficar grave”, finalizou.

 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.