Diretores do CRT-RJ são recebidos pela Prefeitura de SJB

O Rio de Janeiro possui 158 modalidades técnicas e 178 mil técnicos industriais


08 de Junho de 2021 | 11h38

Diretoria do Conselho Regional do Técnicos Industriais (CRT/RJ) esteve reunida na última semana na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de São João da Barra, como forma de ampliar a interação do CRT-RJ com a cidade que é sede do maior empreendimento privado da América Latina, o Complexo Portuário do Açu.

O Presidente Elizeu Medeiros e o Diretor de Fiscalização e Normas, Italo Júdice foram recebidos pelo secretário Alexandre Estefan e o subsecretário, Marcelino Souza.

Com atenção voltada ao município sede do maior projeto privado da América Latina, o Complexo do Porto do Açu, o Conselho planeja lançar em parceria com o Poder Público um de seus projetos, o “CRT-RJ Itinerante”, que visa levar à todos os municípios que ainda não tem seus escritórios regionais, serviços como emissão de carteiras, registros, impressão de boletos, além de ter a possibilidade de visitas em escolas técnicas e a realização de palestras. Através de atendimento móvel na van do CRT, projetada e adaptada para prestar tais serviços.

De acordo com o Presidente Elizeu Medeiros, São João da Barra reúne todas as condições para a realização do Projeto CRT-RJ Itinerante, por ser uma cidade com desenvolvimento exponencial, visto em poucos municípios em todo o país. “A proposta principal do CRT/RJ é se aproximar dos técnicos profissionais da região para que conheçam como funciona o CRT-RJ e entendam que verdadeiramente agora possuem um Conselho profissional que trabalha por eles. Estamos reestruturando o Conselho, e neste momento, entendemos que as alianças com o Poder Público, Privado e principalmente com os técnicos industriais, tornando-os ativos nas discussões, vai nos aproximar cada vez mais do que atenda as demandas do mercado na região”, declarou o presidente Elizeu Medeiros.

O secretário municipal Alexandre Estefan abriu as portas da Prefeitura e destacou que em momento de crise econômica, além da pandemia, ofertar oportunidades de forma profissional faz o município forte e com seus cidadãos fortalecidos. “O CRT/RJ será um forte aliado nosso, pois entendemos que os profissionais carecem também de orientação e segurança em seu direcionamento, estando desta forma respaldados por um órgão federal instituído com esse propósito, o que até pouco tempo não existia. De nossa parte, temos a certeza de que podemos juntos realizar uma grande parceria”.

O Diretor de Fiscalização e Normas Ítalo Judice apresentou o projeto ‘CRT Itinerante’ destacando que o planejamento é realizar a primeira ação no Porto do Açu, como forma de atender os técnicos que atuam no Complexo. “Temos alguns sonhos e vamos colocando em prática dentro do tempo, mas realizar é nosso maior propósito. Ser recebidos dessa forma aqui em São João da Barra e ter essa oportunidade de através da Prefeitura, porta voz das empresas e de seus cidadãos, e em especial, com o Porto do Açu, nos faz crer que todos os esforços estão sendo válidos. O ‘CRT Itinerante’ levará aos técnicos os seus direitos, como forma de facilitar a vida do profissional, que muitas vezes não tem acesso e até mesmo tempo para se deslocar até nossos escritórios”, destacou Ítalo Judice.

Marcelino Souza, indicado pelo Secretário para cuidar do contato junto ao Porto do Açu, para ser agendada a visita dos diretores do Conselho, reforçou a importância da parceria. “Importante que são muitas as demandas e agora tendo acesso direto ao CRT-RJ nos chegam muitas respostas. Vamos trabalhar essa extensão ao Porto como forma de chegar aos técnicos industriais que atuam no Complexo, através dos RHs das empresas. Todos saem ganhando”.

O Rio de Janeiro possui 158 modalidades técnicas e 178 mil técnicos industriais.

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.