Iniciada obras de reforma para reabertura de UBS de Campos

A reforma acontece com participação do Grupo IMNE


06 de Maio de 2021 | 15h49

Foi iniciada nesta quinta-feira (06) a obra de reforma para reabertura da Unidade Básica de Saúde (UBS) Jamil Ábido, fechada há três 3 anos, desativada em 2019 pelo governo anterior, apesar de ser importante unidade de saúde situada na Avenida São Fidélis, que atende aos moradores dos bairros Pecuária, Corrientes e Nova Brasília. O início das obras de alvenaria e do telhado foram verificadas pelo prefeito Wladimir Garotinho, gestores da área da Saúde, da Secretaria de Obras e funcionários do Grupo IMNE, coordenados pela diretora Administrativa do grupo, Martha Henriques.

Wladimir agradeceu à Martha Henriques pelo senso de solidariedade do grupo empresarial em abraçar a causa comunitária explicitada no Programa Amigo da Cidade, atendendo ao chamamento público descrito no Decreto 38/2021 e participar com a doação dos materiais e da prestação do serviço da reforma, que implica na retirada em várias áreas de reboco, revisão do sistema elétrico e hidráulico, reparos no telhado e pintura. A moradora do bairro Pecuária, Vanilda Rangel e o vereador Dandinho, autor de Indicação Simples, agradeceram de público ao prefeito “pela sensibilidade e boa vontade em buscar soluções para a reabertura de tão importante UBS”, destacaram.

“Me incomodava muito esta UBS fechada há três anos numa região de população densa. Por isso iniciei a busca e continuo buscando apoio de entidades da sociedade civil, enfim, da iniciativa privada para ajudar a Prefeitura a reestruturar os serviços públicos para toda a população de nossa cidade. Já recebemos apoio para reestruturar a UBS de Ururaí e hoje estamos recebendo imprescindível apoio do Grupo IMNE para recuperar e reabrir a UBS Jamil Abido. Nossa meta é reestruturar pelo menos cinco (5) UBS ainda em 2021. Já reabrimos a UPH (Unidade Pré-Hospitalar) de Ururaí, a UBS de São Sebastião e Lagoa de Cima, vamos reabrir aqui e continuamos contando com apoio da iniciativa privada para reabrir mais duas”, anunciou Wladimir Garotinho.

O secretário de Obras, Infraestrutura e Habitação, Jorge Wílliam Cabral, informou que, “devido as muitas telhas quebradas, as infiltrações com água das chuvas deterioram todas as instalações, agravadas devido a falta de ventilação no ambiente fechado por três anos”, explicou. 

 

SOLIDARIEDADE E RESPONSABILIDADE SOCIAL

 

A diretora executiva do Grupo IMNE, Martha Henriques destacou que “sempre que houver um governo com propostas importantes para a população e que precisar de ajuda, estamos dispostos a ajudar”.

Sobre o Programa Amigo da Cidade, acrescentou:  “O Grupo IMNE foi solidário à causa proposta neste programa, porque o prefeito pegou o governo em meio à pandemia, num momento muito difícil para gerir o município com muitas demandas na área da saúde. Entendemos que nesta circunstância fica difícil cumprir o planejamento que foi feito para a Prefeitura, porque assim como ocorre com as empresas, todo planejamento ficou comprometido. O governo pede ajuda com esse programa (Amigo da Cidade) e sabemos que, devido à pandemia, os hospitais estão lotados e prejudica os demais atendimentos como pacientes de AVC, traumatizados e precisam ser aliviados dos serviços ambulatoriais. O Grupo IMNE está na mesma linha de atuação, a saúde, mas é uma questão de solidariedade para com a população e nada mais justo do que ajudar o governo neste momento. Sempre que houver propostas importantes, estamos dispostos a colaborar”, anunciou Martha Henriques.

Fonte: SupCom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.