Em clima de adeus à elite e com despedida de Luxa, Vasco entra em campo nesta quinta

Já com o planejamento do cenário de Série B em curso, diretoria anunciará mudanças estruturais em coletiva


25 de Fevereiro de 2021 | 11h26

O Vasco se despede nesta quinta, às 21h30, contra o Goiás, em São Januário, do Campeonato Brasileiro de 2020 e de Vanderlei Luxemburgo, que definiu sua saída na quarta-feira. Tudo indica que também será um “até logo” à Série A. Afinal, além de três pontos, a equipe precisa tirar uma diferença de 12 gols de saldo para o Fortaleza, que enfrenta o Fluminense no mesmo horário.

O clube já planeja a próxima temporada com o cenário de Série B, e Vanderlei, que dirige o time contra o Goiás, já jogou a toalha nas duas entrevistas posteriores ao empate com o Corinthians. Paralelamente, no entanto, a direção age na esfera jurídica para ter chance de permanecer - recorre ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela anulação do jogo contra o Internacional.

O Vasco que entra em campo nesta quinta é um time esfacelado, após meses de luta sem sucesso contra o rebaixamento. A equipe chega à reta final da competição em seu pior momento, sem vencer há seis jogos e sem marcar há cinco. Ainda com lesão na coxa, Benítez não joga. É provável que Luxa lance mão da garotada em uma espécie de laboratório para Série B.

Enquanto o futebol parece ter ficado em segundo plano nesta semana - prova disso é que o time nem treinou na segunda-feira -, fora de campo o clube prepara mudanças. Além da saída de Luxemburgo, anunciada pelo Vasco na quarta-feira, novas alterações estruturais serão anunciadas em coletiva de Jorge Salgado na tarde de sexta.

A estrutura do futebol também sofrerá mudanças. Jorge Salgado e sua equipe aguardam o fim do Brasileiro para colocar em prática algumas ações. Enfraquecido desde a posse de Salgado, José Luis Moreira deixará a pasta do futebol. No site oficial, por exemplo, o nome de Moreira não consta mais como o titular da vice-presidência mais importante do clube. Há expectativa em relação ao anúncio do novo VP.

No futebol, com Alexandre Pássaro à frente, o Vasco planeja a reformulação do elenco e chegada de reforços, embora os longos contratos com a maior parte dos jogadores ainda sejam um entrave. É certo, no entanto, que haverá mudanças em muitas áreas. Ex-Flamengo, Gustavo Caldeira chega para coordenar o departamento médico.

A expectativa para a coletiva de Jorge Salgado é que, além do anúncio de mudanças, o clube divulgue próximos passos como uma campanha para atrair novos sócios e o planejamento para colocar salários de jogadores e funcionários em dia, a médio prazo. Hoje, o Vasco deve as folhas de dezembro e janeiro, além de 13º e férias.

Batalha em andamento no STJD

A cúpula vascaína busca nos tribunais a anulação da partida contra o Inter, válida pela 36ª rodada. O Vasco perdeu por 2 a 0, mas o primeiro gol, de Rodrigo Dourado, é motivo de discórdia. O volante estava em posição duvidosa e não houve checagem do VAR por conta de uma pane no aparelho. O clube carioca apresentou denúncia e pede a impugnação da partida no STJD. Caso o confronto seja remarcado, as chances de permanecer na Série A aumentariam consideravelmente.

A CBF, após determinação do STJD, enviou o conteúdo audiovisual do VAR ao Vasco na quarta-feira, mas o mesmo não continha o que foi conversado entre árbitros e técnicos que operaram o equipamento. Tal lacuna incomodou a direção vascaína, que cobra o documento integral. O clube se manifestará sobre o caso ainda nesta quinta, aliás.

A ação se arrasta desde o início da semana passada, e Otávio Noronha, presidente do STJD, ainda não decidiu se aceitará a denúncia. Ele analisou o caso, pediu provas (áudios e imagens) à CBF e solicitou que o Inter se manifestasse. Caso ele receba a ação, o caso será julgado pelo Pleno do Tribunal e pode adiar também a definição sobre o campeão brasileiro, uma vez que Inter disputa o título com Flamengo.

Fonte: GE


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.