Polícia Civil prende falsas médicas em clínica clandestina

Elas faziam parte de uma quadrilha que aplicava metacril, substância usada em procedimentos estéticos


19 de Outubro de 2020 | 13h15

Policiais Civis da Delegacia do Consumidor (DECON) prenderam em flagrante duas falsas médicas em uma clínica clandestina no Complexo do Alemão, na manhã desta segunda-feira (19). Elas faziam parte de uma quadrilha que aplicava metacril, substância usada em procedimentos estéticos, para fazer preenchimento em partes do corpo e do rosto.

Uma delas era responsável por anunciar o suposto tratamento estético na internet e a outra fazia a aplicação do material. Ambas se passavam por médicas e tinham milhares de seguidores nas redes sociais, por meio das quais conseguiam angariar clientes de diversos estados do Brasil e do exterior.

No momento da prisão, as autoras tinham acabado de realizar um procedimento. A vítima desembolsou a quantia de R$ 15 mil por tratamento nos glúteos, procedimento que só pode ser realizado por médico habilitado e em clínicas adequadas. No apartamento onde funcionava a clínica, não havia condição de salubridade.

Elas foram autuadas por estelionato, exercício ilegal da profissão e falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. As duas respondem pro crime da mesma natureza, praticado em 2017. Além das prisões, foram apreendidos medicamentos, utensílios e equipamentos médicos.

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.