" Nós temos lado e esse lado é ao lado do povo campista", diz Odisséia de Carvalho

A candidata fecha a rodada de entrevistas do NF Notícias


15 de Outubro de 2020 | 07h00

Fechando a rodada de entrevistas promovidas pelo NF Notícias, nesta quinta-feira (15), a entrevista é Odisséia Carvalho (PT), que fala sobre suas propostas para a cidade de Campos, caso seja eleita.

1- Campos está em uma grave crise financeira e econômica. Porque aceitar o desafio de ser prefeito?

Resposta: Nós temos um recurso de R$ 1 bilhão e 500 milhões. A gente entende que com esse recurso, a gente consegue fazer adequando acertadamente para onde nós vamos priorizar esses recursos, nós vamos conseguir realmente ter uma efetiva utilização desse recurso.

2- Como fazer Campos recuperar o poder econômico em quatro anos?

Resposta: Nós vamos precisar recuperar o poder econômico da nossa cidade, chamando a população, formando conselhos, o que chamamos de orçamento participativo. É como nós fazemos na nossa casa, nós temos um recurso e nós temos que chamar as pessoas pra poder dizer aonde vai ser prioridade, gastar esse recurso, utilizar esse recurso. Pra isso, é dialogar e principalmente ouvir a população.

3-O município vive intensas quedas dos repasses dos royalties. De onde buscar dinheiro para investir?

Resposta:  Nós temos que fazer o dinheiro circular. Nós também temos que chamar as nossas universidades pra tentar ouvir um plano econômico de desenvolvimento que possa reverter essa situação. Para além disso, o município, que tem a vocação naturalmente para a agricultura. Nós temos que investir na agricultura familiar, fazendo o comércio desses produtos circularem. 

4- A educação teve péssimos índices do IDEB, como reverter esse quadro?

Resposta: Pra gente reverter esse quadro do IDEB, nós temos que usar esse recurso do IDEB, fazer a valorização dos profissionais da educação, plano de carreira, estruturar as escolas e construir mais creches.

5- O que fazer para o município gerar mais emprego e renda e não ficar dependente de alguns setores como o comércio?

Resposta:  Nós temos que chamar o comércio, temos que investir em qualificação profissional em parceria com as universidades para qualificar a mão de obra para o Porto do Açu que é um local que realmente emprega, trazer empresas para dentro do município.

6- A cidade regrediu em vários setores nos últimos anos, como esporte e cultura. Qual o seu projeto nessas áreas?

Resposta: No esporte nós temos que construir mais Vilas Olímpicas e resgatar as que estão ai, porque elas possuem tudo. Além disso, precisamos construir também bibliotecas no nosso município.

Na questão da cultura, nós temos que ter um fundo para a cultura de Campos para resgatar principalmente os nossos artistas locais

7-O transporte público vive um caos há anos? Qual a solução para os campistas terem um transporte de qualidade?

Resposta: Trazer para o município treze ônibus gratuitos, com tarifa zero. Ônibus para a classe trabalhadora, que em São João da Barra já existe. E isso, nós vamos priorizar também Guarus, porque lá é sempre muito esquecida por todos nós. Além disso, precisa reformular frota e  rever as concessões das empresas.

8- A saúde é um problema muito delicado em Campos. Filas, falta de insumos e remédios. Como mudar o quadro e proporcionar uma boa qualidade de vida aos munícipes?

Resposta: Primeiro é necessário ter a saúde preventiva, porque se nós tivermos prevenção da saúde, a questão de chegar até o hospital com certeza diminui muito. Nós vamos ter que fazer parceria com a faculdade de Medicina, com as instituições de enfermagem para que a gente possa criar inicialmente  trinta e cinco modelos dentro das nossas unidades básicas de saúde do PSF, fazendo aquele modelo para fazer esse trabalho de saúde preventiva.

Odisséia encerrou sua entrevista dizendo que: “O que nós estamos apresentando não são promessas, são propostas viáveis, que deram certo em outros municípios e que darão certo em Campos. Nós temos lado e esse lado é ao lado do povo campista”.

Confira a entrevista na íntegra:

 

 

 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.