Entre expectativa e controvérsia, Bruno tem nova chance no futebol

Visto como grande reforço do Rio Branco para a sequência do Campeonato Acreano, goleiro é aguardado nesta semana: "Ter um goleiro do porte dele será ótimo", diz dirigente


30 de Julho de 2020 | 12h33

A nova chance para Bruno retomar sua carreira causou impacto no futebol brasileiro. Após, nesta semana, o Rio Branco anunciar o goleiro como sua grande novidade para a sequência do Campeonato Acreano, o mandatário do Estrelão, Valdemar Neto, conta os dias para que a chegada do camisa 1.

- Eu já decidi anunciar logo no domingo passado para não pegar ninguém de surpresa. Tínhamos chegado a um acordo e, agora, esperamos que o Bruno chegue até esta sexta-feira aqui no Acre. Ainda não definimos quando vai ser a apresentação oficial - detalhou. 

O anúncio feito por Valdemar Neto culminou em reações de todos os lados. A Rede Arasuper decidiu não patrocinar mais o Rio Branco. Em nota oficial, a rede de supermercados afirmou que "o apoio era de fundamental importância para o trabalho realizado junto a jovens e crianças nas categorias de base, que serão duramente penalizados" e, inclusive, destacou não ter interferência nas decisões tomadas pela diretoria do clube acreano.

O dirigente do clube alvirrubro falou sobre o fim do vínculo.

- O patrocinador nos ajudava nas categorias de base. O Rio Branco tem um projeto social para crianças. A parceria com a rede de supermercados não chegou a afetar a equipe profissional - disse e, em seguida, assegurou dar condições para o Rio Branco seguir firme:

-  Temos vida própria. Contamos com toda uma estrutura para arcar com a nossa folha de pagamento, que é alta para os padrões daqui do Acre. O acordo com o Bruno, inclusive, foi feito graças a uma parceria com uma empresa do Rio de Janeiro - complementou.

 

Fonte: Lance


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.