Laboratório da Firjan SENAI analisa qualidade de tijolos produzidos em Campos

Testes vão melhorar a qualidade dos produtos produzidos no polo ceramista


15 de Julho de 2020 | 11h33

Já está em funcionamento o Laboratório Móvel de Construção Civil da Firjan SENAI. A unidade está instalada no Sindicato dos Ceramistas, em Campos, no Norte Fluminense, e vai realizar análises para aperfeiçoar produtos e processos das indústrias que compõem o polo de indústria cerâmica da cidade.

“Esse era um grande pleito do nosso sindicato, pois termos um laboratório instalado aqui, próximo do industrial, vai melhorar a qualidade dos nossos produtos e torná-los mais competitivos no mercado. Acreditamos que, com esses processos de melhoria, poderemos não só aprimorar nossa eficiência produtiva como também ampliar nosso mercado comprador”, completa Osiel Batista, presidente do Sindicato dos Ceramistas da Indústria Cerâmica de Campos.

Na unidade, é possível realizar testes em tijolos, avaliando a qualidade da matéria prima utilizada e verificando se os produtos estão dentro das normas regulamentadoras do setor. São feitos também ensaios técnicos que permitem medir aspectos como resistência e compressão, índice de absorção de água entre outros. O laboratório móvel é uma unidade avançada do Laboratório de Construção Civil da Firjan SENAI de Três Rios.  

Depois de prontas, as análises permitirão que sejam realizadas melhorias no processo de produção e aperfeiçoamento dos produtos.

“Nossa proposta é, a partir das análises, propor planos de melhoria que vão proporcionar mais eficiência e produtividade para as empresas campistas. A partir dos relatórios, os empresários também poderão implementar novas tecnologias, além  de repensar gestão de custos, uso de energias e controle de qualidade”, afirma Ivana Licurgo, Gerente Regional da Firjan SENAI SESI.

O polo ceramista de Campos é  maior de cerâmica vermelha do estado com 118 empresas instaladas e 4000 trabalhadores diretos. A produção de tijolos chega a 60 milhões de peças por mês vendidas, não só no Rio de Janeiro, mas também para Espirito Santo e Minas Gerais.

 

Fonte: Firjan


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.