Macaé prorroga medidas de isolamento social até o dia 8 de junho

O município possui, até esta sexta, cerca de 60% dos leitos ocupados com pacientes que contraíram a Covid-19.


29 de Maio de 2020 | 18h15

Um decreto publicado nesta sexta-feira (29) pela Prefeitura de Macaé, no interior do Rio, ampliou até o dia 8 de junho as medidas de isolamento social e o prazo para retomada das atividades laborais e das aulas nas redes pública e privada.

De acordo com a Prefeitura, o município possui, até esta sexta, cerca de 60% dos leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) referentes à Terapia Intensiva (UTI), ocupados com pacientes que contraíram a Covid-19.

Pelo decreto ficam mantidas as atividades já liberadas, sem ampliar a flexibilização do funcionamento do comércio. Entre os estabelecimentos autorizados, seguindo normas e medidas de prevenção estão hospitais e clínicas, farmácias, supermercados, postos de combustíveis, padarias, bancas de jornais, petshops, o mercado municipal de peixes.

Também estão autorizados a funcionar em horários determinados os seguintes estabelecimentos:

  • Feira do Produtor Rural (Feirinha da Roça) na Rua Manoel Joaquim dos Reis, aos sábados - 5h e às 10h;
  • Clínicas, consultórios e laboratórios para atendimentos eletivos - 7h às 13h;
  • Lojas de materiais de construção e de materiais de informática - 13h às 18h;
  • Borracharias e oficinas mecânicas - 10h às 16h;
  • Óticas - 10h e às 16h;
  • Salões de cabeleireiro e barbearias -10h e às 16h.

O município reforçou que o uso da máscara é obrigatório tanto para os profissionais que estão trabalhando quanto para os clientes e consumidores. Além dos estabelecimentos, a entrada sem a máscara também é proibida nos veículos que atendem ao sistema de transporte público municipal.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.