Universidade em Campos produz capotes e protetores faciais para doação à profissionais de saúde

A confecção e o preparo (empacotamento e esterilização) estão sendo realizados nas máquinas autoclaves dos laboratórios do Instituto


03 de Abril de 2020 | 15h49

Os professores dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia do ISECENSA estão realizando uma ação voluntária para ajudar no combate ao coronavírus (COVID-19). Eles estão confeccionando capotes cirúrgicos para serem doados aos hospitais públicos de Campos e região.


A confecção e o preparo (empacotamento e esterilização) estão sendo realizados nas máquinas autoclaves dos laboratórios do Instituto, garantindo confiabilidade ao material doado para uso dos profissionais de saúde, que estão na linha de frente do atendimento aos pacientes vítimas do coronavírus.


“Nesta primeira fase serão doados 200 capotes, mas a produção não vai parar enquanto estivermos em pandemia”, relatou a coordenadora do curso de Enfermagem do ISECENSA, Aline Marques. 


Outra iniciativa da instituição para contribuir no combate ao vírus vem da equipe do Makerspace do ISECENSA, que está trabalhando no desenvolvimento de protetores faciais fabricados a partir da manufatura aditiva (Impressão 3D) e corte à laser. 


 “A falta de insumos básicos para o combate à COVID-19 assola inúmeras frentes de trabalho ao redor do mundo, seja pelo comprometimento dos canais logísticos, seja pela redução da capacidade das indústrias, a demanda por equipamentos, materiais e acessórios médicos é maior que a oferta disponível, por isso decidimos contribuir, destaca Pompílio Reis, coordenador adjunto do curso de Engenharia de Produção do ISECENSA

Os face shields, estão sendo produzidos, seguindo as normas e exigências da ANVISA,  por uma equipe composta por alunos da Arquitetura e Urbanismo e Engenharia de Produção.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.