Wladimir Garotinho recebe equipe técnica para instalação do hospital de campanha em Campos

Equipe da Secretaria de Estado de Saúde (SES) conheceu o local nesta quinta-feira


02 de Abril de 2020 | 16h49

Equipe da Secretaria de Estado de Saúde (SES) realizou, nesta quinta-feira (02/04), uma visita técnica na área da antiga Vasa, na Avenida 28 de Março, onde será construído o hospital de campanha para atender pacientes que apresentarem sintomas da coronavírus (Covid-19). Acompanhados do deputado federal Wladimir Garotinho (PSD-RJ) estavam médico e engenheiros da secretaria.


A visita técnica está acontecendo em todos os municípios onde serão instalados hospitais de campanha. A unidade de Campos será pólo regional e contará com 100 leitos, sendo 60 leitos de terapia semi-intensiva e 40 de UTI.


O deputado já entrou em contato com a prefeitura solicitando a limpeza no local e a mesma se comprometeu a iniciar nesta sexta-feira. “O projeto estrutural deve ficar pronto até amanhã (sexta-feira, dia 03/04), com previsão de instalação a partir da próxima semana, já que todos os hospitais de campanha do estado devem  ficar prontos até o dia 30 de abril”, comentou o deputado. 


O parlamentar explicou que foram oferecidas várias áreas ao estado, entre elas o Cepop (Centro de Eventos Populares Osório Peixoto), Uenf (Universidade Estadual do Norte Fluminense), Exército, como demais autoridades ofereceram outros espaços. “Mas quem definiu a área foi a Secretaria de Estado de Saúde, pois o espaço é a mais central, próximo a BR-101 e próximo ao Centro de Controle ao Coronavírus, que está em funcionamento no Hospital Beneficência Portuguesa”, informou.


NOTA TÉCNICA – A SES divulgou nesta quinta-feira (02/04) no Diário Oficial do Estado uma nota técnica em relação aos procedimentos a serem adotados para instalação de hospital de campanha. De acordo com a nota, a implementação do hospital de campanha se destina a prover atendimento assistencial para os portadores de Covid-19, com síndrome respiratória aguda grave.


“Esta instalação se caracteriza por estrutura hospitalar temporária, porém deve estar referenciada por uma rede assistencial de saúde para suporte e retaguarda, responsável pelo apoio desta unidade temporária. O hospital de campanha deverá ter estreita relação com a capacidade de pronta resposta aos casos atendidos e a probabilidade de recebimento de novos casos”, informa a nota técnica.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.