Redes e armadilhas de pesca são apreendidas no Rio Paraíba em período de defeso

Guarda Ambiental realiza fiscalizações no rio para inibir a ação


10 de Dezembro de 2018 | 10h22

Previous Next

Foram apreendidos na manhã desta segunda-feira (10), no Rio Paraíba do Sul em Campos, 19 redes de pesca e duas armadilhas para lagosta. Segundo a Guarda Ambiental do Município, está sendo realizada fiscalizações em toda a extensão para coibir a pesca no período de defeso.

No mês de novembro, começa a piracema, período em que espécies de peixes se reproduzem. É nessa época, que vai até o dia 28 de fevereiro, que se inicia o defeso dos peixes. Ou seja, a proibição da pesca nas águas continentais de todo o país.

 Só é permitida a pescaria com linha de mão, caniço simples, vara com molinete ou carretilha. O limite de captura por pescador, tanto o profissional quanto o amador, é de 5 kg mais um exemplar.

A multa para quem não respeitar o período de defeso varia de R$ 700 a R$ 100 mil. Sem poder exercer a atividade, os pescadores recebem um seguro defeso no valor de um salário mínimo.

 

Fonte: Redação


1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Osvaldir Da Silva

10/12/2018 | 12h20
Bom