Retorno: Começa limpeza no canteiro de obra da Ponte da Integração

Atividade recomeça na sexta com a presença de Luiz Fernando Pezão


06 de Junho de 2018 | 09h48

Profissionais contratados pelo Departamento de Estrada de Rodagem (DER-RJ), iniciaram nessa terça-feira (05/06), a limpeza e mobilização no canteiro de obra da Ponte da Integração para o reinício da obra.

Com 1.344 metros de comprimento, por 16,20 metros de largura, a ponte vai encurtar em 80 quilômetros a distância entre os municípios de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana.

De acordo com o DER, a liberação de R$ 20 milhões do Governo do Estado permitiu o retorno das atividades na próxima sexta-feira (08/06), com a presença do governador Luiz Fernando Pezão.

“A intervenção passou por um período de paralisação, proveniente da crise financeira que atingiu não apenas o Estado, mas como todo país. A estrutura, construída sobre o Rio Paraíba do Sul, ligará os municípios de São João da Barra e São Francisco do Itabapoana e contará com investimento total calculado em R$ 105 milhões. Cerca de 55% dos serviços programados já executados e R$67.5 milhões investidos”, divulgou em nota.

Quarenta homens vão trabalhar na concretagem dos pilares e assentamento da superestrutura da ponte, aproveitando o período de baixa do Rio Paraíba do Sul. “A obra será fundamental para incrementar o escoamento de produção do polo de fruticultura, assim como usinas de cana de açúcar instaladas no Norte Fluminense. Além destes benefícios, a ponte facilitará o acesso de visitantes às diversas praias e hotéis-fazenda situados nos municípios de São João da Barra e São Francisco do Itabapoana, promovendo o fluxo turístico e gerando novos empregos, resultando em melhor qualidade de vida da população abrangida”, ressaltou o departamento.

 

Fonte: Redação


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.