27 de Fevereiro de 2020

Museu reabre com exposição sobre sambistas


Museu reabre com exposição sobre sambistas

Ainda é Carnaval no Museu Histórico de Campos. O espaço cultural reabre nesta quinta-feira (27) após a folia do Momo com a exposição temporária “Ícones do Samba Campista”. Com curadoria do historiador Marcelo Sampaio, a mostra reúne uma breve história de 14 sambistas da região, que deixaram seu legado na música brasileira nacional e local. A exposição permanece até o dia 15 de março no Museu Histórico.  

A exposição apresenta a biografia dos sambistas: Wilson Baptista, Roberto Ribeiro, Jorge da Paes Almeida, Toninho Shita, Aloisio Machado, Geraldo Gamboa, Athayde Dias, Manoel Tancredo, Joel Teixeira, Jurandir da Mangueira, Eli Miranda, Zé Ramos, Delcio Carvalho e Sebastião Motta – campista que teve sua composição “Fechou a Porta” gravada por mais de 80 músicos, entre eles Beth Carvalho e Simone. A mostra reúne ainda discos de vinil, fotos, esculturas e livros disponibilizados pelo Centro Cultural Marcelo Sampaio e dos acervos pessoais do jornalista Wellington Cordeiro e do professor Gustavo Soffiati.

O Museu Histórico de Campos funciona no Solar Visconde de Araruama e está localizado na Praça do Santíssimo Salvador, 40, no Centro. Para agendamentos escolares e em grandes grupos é necessário um responsável, maior de 18 anos, comparecer ao espaço ou ligar para (22) 98175-0616. O espaço é ligado à Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) e funciona de terça à sexta-feira, das 10h às 17h; durante o verão aos sábados e domingos o Museu não funcionará.