Novo Desenvolvimento Econômico

Novo Desenvolvimento Econômico

13 de Janeiro de 2020 | 10h36 - Atualizado em 13/01/2020 10h39

O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO ATRELADO AO DESENVOLVIMENTO SOCIAL


A população mundial envelhece e com esse envelhecimento vem a preocupação da qualidade de vida nesse novo estágio de nossas vidas.

Na arquitetura esse é um novo desafio para que possamos quebrar a nossa cabeça de arquiteto e conceber projetos para esse fim específico. Temos que criar um projeto que atenda o bem viver do cidadão da terceira idade, aliando um lugar aconchegante para se morar com infraestrutura de saúde, assistência de social e lazer.

Muitos desses lugares já começam a se proliferar pelo mundo e na sua maioria são unidades privadas e que foram elaborados para pessoas de melhor poder aquisitivo.

 No Brasil existem muito poucos projetos com essa  finalidade. Acabo de tomar conhecimento que o governo do Paraná lançou um programa para atender a terceira idade do estado e ainda com uma ideia genial, que é atender a esse público e como exigência que não tenham casa própria. Isso é fantástico.

Inicialmente esse programa vai beneficiar mais de 10 cidades pelo estado. Terão 40 unidades cada condomínio e o foco será a população de baixa renda.

É o maior programa social para idosos do país, que resgata a dignidade dessa parcela da população. Na verdade, a nossa população está envelhecendo e nunca houve uma preocupação no Brasil com os idosos; principalmente os carentes.

 

ESTRUTURA

Cada empreendimento contará com 40 moradias adaptadas, construídas em condomínios horizontais fechados. Os projetos arquitetônicos contam com praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e piscina para hidroginástica.

Existirá uma parceria do estado com as prefeituras agraciadas com o programa que ficarão responsáveis pela manutenção dos condomínios. Caberá também às administrações municipais a prestação de serviços periódicos básicos de saúde e assistência social.

O desenvolvimento social aliado a uma rede de saneamento básico, favorecem a uma política pública de melhor qualidade que irá refletir na vida do cidadão. Cada R$1,00 aplicado em saneamento dá um retorno de economia de R$7,00 para a saúde pública do Brasil.

Uma população mais saudável e com qualidade de vida proporcionará mais anos de vida e com chances reais de trabalho e maiores recursos para as famílias.

Uma boa saúde atrelada a uma boa qualidade de vida, se transformam em um viés de desenvolvimento social e econômico para o cidadão.  

 

 Forte Abraço e até a próxima semana, VICTOR AQUINO.


2 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


João Machado Filho

27/01/2020 | 15h35
Gosto de ler bons artigos, principalmente quando trata_de nosso ramo, pois comecei e aposentei como técnico de edificações em 1974, inclusive iniciamos juntos no escritório da rua 13 de maio, parabéns, continue assim grande arquiteto, pois te conheço e admiro você e o Luciano desde os velhos tempos.

João Machado Filho

27/01/2020 | 15h32
Gosto de ler bons artigos, principalmente quando trata_de nosso ramo, pois comecei e aposentei como técnico de edificações em 1974, inclusive iniciamos juntos no escritório da rua 13 de maio, parabéns, continue assim grande arquiteto, pois te conheço e admiro você e o Luciano desde os velhos tempos.

Quem Sou

Victor Aquino

Arquiteto/ Urbanista há 39 anos Sócio do escritório de Arquitetura e Planejamento STUDIO+2 e da ARQHOSPITALAR Superintendente Portuário e Industrial de São João da Barra - RJ victor@arqhospitalar.com.br


Arquivo