Câmara de SJB vai promover homenagem às mulheres

Esta é a sexta edição da comenda, na qual cada vereador homenageia uma mulher


20 de Março de 2018

Em lembrança ao Dia Internacional da Mulher, a Câmara de São João da Barra vai promover, na próxima terça (dia 27), às 19h, a sessão solene de entrega do Diploma Mulher Cidadã Narcisa Amália. Esta é a sexta edição da comenda, na qual cada vereador homenageia uma mulher. Além disso, o Legislativo concede uma honraria especial a uma pessoa de destaque no município. Este ano, a contemplada será a empresária Odinéia Pereira Rangel. "Fiquei muito feliz quando recebi a notícia; feliz por terem lembrado de meu nome", conta Odinéia, que receberá o diploma e uma medalha.

As outras nove homenageadas são: Alessandra da Silva Oliveira Moreira (Gerson Crispim), Florita Fernandes Moço (Sônia Pereira), Leila Maria da Silva Pinheiro Gomes (Elísio Rodrigues), Magna Maria Aquino das Chagas (Carlos Caputi), Maria Alice Santos Ribeiro (Franquis Arêas), Maria de Lourdes Gross (Aluizio Siqueira), Maria da Penha dos Santos (Eziel Pedro da Silva), Marinez Viana Cardoso Azevedo (Alex Firme) e Silvana Caldas Costa Maciel (Ronaldo Gomes).

– O Dia Internacional da Mulher é uma data que não pode ser esquecida. Por isso, instituímos esse diploma para reconhecer o papel da mulher na nossa sociedade. Parabenizamos, desde já, a todas e, em especial, a Odinéia, por ser um grande exemplo de luta e determinação na vida e no seu trabalho para o nosso município – destacou o presidente da Câmara, Aluizio Siqueira.

Quem é Odinéia - A empresária tem 73 anos e sempre morou em Atafona. Sua família é de origem humilde e, por causa disso, passou dificuldades na infância para conseguir estudar. Com muita força de vontade, estudou no Colégio Batista Fluminense, em Campos, onde fez o curso Normal (Formação de Professores). Começou a lecionar por volta dos 18 anos, numa escola na Ilha da Convivência. 

Mais tarde, seu pai montou um "depósito de peixe". "Acordávamos de madrugada para arrumar as caixas de peixes para enviarmos pelo trem para o Rio de Janeiro", recorda Odinéia, que trabalha até hoje nesse ramo.

A sanjoanense foi casada com Rubens Sanches Rangel. Eles são pais de Welton e Vinícius – na verdade, o Vinícius é o irmão caçula da homenageada. "É que quando nossa mãe faleceu, ele tinha 10 meses. Então, eu o peguei para criar como um filho", explica.

Odinéia é irmã da vereadora Sônia Pereira e do ex-vereador Carlos Pereira. Disse gostar de ajudar nos períodos de campanha eleitoral, mas nunca teve pretensão de ocupar uma cadeira no legislativo. Há 40 anos, abriu um posto de combustível em Atafona, onde concilia o seu tempo com o frigorífico.

A homenageada também se destaca por sua religiosidade. Devota de Santa Rita de Cássia, deu ao seu posto de combustível o nome da santa. E quer ir mais. Seu sonho é construir uma igreja de Santa Rita, em Atafona. "Já comprei o terreno e estou juntando recursos para começar a obra um dia", informa Odinéia, que já vendeu muito pastel e caldo verde em eventos católicos em prol dessa causa.

NARCISA AMÁLIA - A poetisa sanjoanense Narcisa Amália nasceu em 1852 e viveu toda a sua infância em São João da Barra. Por volta dos 11 anos, sua família mudou-se para Resende (RJ). Narcisa alcançou muita projeção com seu trabalho. Publicou sua primeira poesia em 1870, no jornal O Paraybano (SJB). Lançou em 1872, seu primeiro livro de poesia, "Nebulosas", sendo um sucesso. Ela foi a primeira jornalista profissional do Brasil; trabalhou em favor da mulher e das causas abolicionistas/republicanas e faleceu em 1924.

Fonte: Ascom Câmara


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.