14 de Novembro de 2017 | 12h59

Emenda: Campos receberá mais de R$ 1 milhão para saúde e educação

Apenas no Hospital Ferreira Machado (HFM) serão investidos R$ 300 mil


O envio de um milhão e oitenta e cinco mil reais para o município de Campos vai beneficiar a saúde e a rede municipal de ensino a partir do ano que vem.

O valor foi adquirido no início deste mês, por meio de emendas, aprovadas na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). 

O vereador Vanderly Mello, do Partido Republicano Brasileiro (PRB), foi o responsável pela conquista e decidiu pedir ajuda ao perceber a carência do atendimento dessas áreas.

“Vendo a necessidade da cidade, a situação da dificuldade que está na saúde, educação e em todos os sentidos, eu conversei com o deputado Carlos Macedo e também com o deputado Benedito Alves. Eles prontamente me atenderam e mandaram essas emendas para investir na saúde e na educação”, explicou.

A Unidade Básica de Saúde (UBS) da Tapera vai ser uma das beneficiadas pelo valor de R$ 200 mil direcionado para obras de melhorias nas unidades da cidade. Os R$ 300 mil foram determinados para a reforma, manutenção e compra de equipamentos para o Hospital Ferreira Machado. Já para a construção e implantação de cheche serão investidos R$ 585 mil.

Vanderly explicou que a expectativa é que o dinheiro comece a ser distribuído no início de 2018. “Me sinto muito honrado por poder ter sido um instrumento pra trazer essas emendas para Campos. Há 34 anos luto e tenho dedicação total a favor do próximo e essa foi uma das atitudes que tomamos pra poder ajudar. Isso é só o começo, coisas muito maiores estão por vir”, revelou.

 

Fonte: Redação

1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Tadeu

14/11/2017 | 13h16
Dois ilustres desconhecidos (novos nomes) conseguem verbas para Campos. Enquanto isso Região dos Lagos com dois deputados tem suas UPAs cheias de problemas.


veja também