12 de Agosto de 2017 | 19h12

Americano e Goytacaz não saem do zero e jogo termina em confusão dentro de campo

Empate foi melhor para o Alvianil, que permanece no G-2, deixando rival em terceiro


Mais uma vez entrando em campo para fazer um duelo decisivo nesta temporada pela Série B1 do Campeonato Carioca, Americano e Goytacaz se enfrentaram na tarde deste sábado (12) no Estádio Aryzão, em Campos dos Goytacazes. No clássico, muita briga, luta, cartão vermelho para os dois lados, mas nada de gols. Placar de 0 a 0, com os zagueiros Espinho e Edson sendo expulsos já nos últimos minutos do jogo.

Com o resultado, as duas equipes vão a 32 e pontos na tabela de classificação geral da Segundona. O empate foi menos pior para o Goyta, que segue no G-2, mas vê o líder Audax disparar na ponta já com 39. O Americano fica em terceiro, na cola do maior rival. Dentro de suas chaves no segundo turno, seguem fora da zona de classificação para as semifinais. Na próxima rodada, o Cano pega o Gonçalense no Alzirão, na terça (15), enquanto o Alvianil recebe o Sampaio Corrêa no dia seguinte no Aryzão.

Rivalidade em jogo e expulsões no fim

O primeiro tempo foi de muita marcação, disputas de bola, reclamações com a arbitragem e cartões amarelos, sendo cinco ao todo. As poucas boas oportunidades de gol saíram em lances de bola parada. Pelo lado alvinegro, Espinho cobrou com perigo e quase venceu Paulo Henrique. Já pelo Goyta, Leandro Cruz bateu forte no ângulo, mas Adilson espalmou para escanteio, mantendo o placar da etapa inicial zerado.

No segundo tempo o panorama seguiu, com muita entrega em campo. Só na reta final, a partida começou a ganhar em emoção. Romário, que havia acabado de entrar no Americano, carimbou o travessão de Paulo Henrique. O time comandado por João Carlos Ângelo ameaçou uma pressão nos últimos minutos, até por lamentar mais o resultado igual do que o adversário, mas não obteve sucesso. 

Ainda deu tempo de muito empurra empurra entre os jogadores no gramado já nos acréscimos. Espinho, do Americano, e Edson, do Goytacaz, foram expulsos pelo juiz Diego da Silva Lourenço, que teve sua arbitragem bastante contestada por ambos os lados. De toda forma, o Goyta-Cano terminou mesmo zerado.

 

A partida

Americano 0x0 Goytacaz - Taça Corcovado, 7ª rodada - 12/08/2017 às 15h

 

Estádio Aryzão (Campos dos Goytacazes - RJ)

Árbitro: Diego da Silva Lourenço

Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Diogo Carvalho Silva

 

Americano: Adilson; Ferrugem (Romário, 20'/2ºT), Henrique, Espinho e Rafinha; Abuda, Flávio, Wander, Paulista (Paulo Roberto, 41'/2ºT) e Geovani (Carlos André, 29'/2ºT); Jairo Paraíba. Técnico: João Carlos Ângelo.

 

Goytacaz: Paulo Henrique; Tenente, Cleiton, Edson e Almir; João Vitor (Mário Pierre, 47'/2ºT), Jeffinho, Gabriel Galhardo e Leandro Cruz (Gabriel, 33'/2ºT); Luquinha (Rodriguinho, 27'/2ºT) e Oliveira. Técnico: Paulo Henrique.

 

Cartões amarelos: Adilson, Jairo Paraíba e Paulista (ANO); Gabriel Galhardo, João Vitor e Luquinha (GOY)

 

Cartões vermelhos: Espinho, 47'/2ºT (ANO); Edson, 47'/2ºT (GOY)

 

Fonte: FutRio

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.



veja também