20 de Abril de 2017 | 18h31

Campos amplia parceria com o IFF por meio do Esporte

O reitor do IFF apresentou o projeto do complexo educacional esportivo, com uma pista oficial de atletismo que será construída na área de Guarus


Nesta quinta-feira, 20, o presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Raphael Thuin, foi recebido pelo reitor do Instituto Federal Fluminense (IFF) Jefferson Manhães Azevedo e equipe técnica, na unidade de ensino. Na ocasião, o reitor apresentou o projeto do complexo educacional esportivo, com uma pista oficial de atletismo que será construída na área de Guarus. Mais uma parceria da Prefeitura de Campos em prol do avanço do esporte no município. 

Raphael Thuin destacou que desde que assumiu a FME, em janeiro deste ano, recebeu a missão do Prefeito Rafael Diniz, de trabalhar a base no esporte, tirando as crianças e adolescentes das ruas.  

— Quando assumimos tínhamos pouco mais de mil atendimentos. Três meses depois já atingimos a 10 mil atendimentos, registrando um aumento de 1000% e a proposta é dobrar este número até o final deste ano. Para isto, estamos firmando parcerias com a Secretaria Municipal de Educação para incentivar o contraturno. Num horário, o aluno estuda e no outro pratica uma atividade esportiva, desta forma vamos tirar as crianças e os adolescentes da rua e oferecer uma oportunidade para integrar a equipe de esporte de Campos — disse Thuin. 

Uma metas do governo Rafael Diniz é firmar parcerias com as instituições de ensino das redes pública e privada, por entender que a educação é uma ferramenta de crescimento e desenvolvimento.  

— Fazer uma parceria como uma instituição como o Instituto Federal Fluminense é de grande importância. Inicialmente, está sendo discutida a parceria com o IFF para utilização da pista de atletismo, usando a excelente estrutura que a unidade de ensino oferece. A conversa foi positiva e esse é só o início de muitos projetos que virão — finalizou.

O reitor do IFF Jefferson Azevedo destacou a importância do diálogo com as esferas públicas para tornar a escola vida e parte importante das transformações sociais. 

— Precisamos romper os muros para além das salas de aula, utilizar nossos projetos de extensão, nossas licenciaturas, nosso alunos para fazer acontecer as transformações que a sociedade tanto precisa — destacou o reitor.

 

***SupCom

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.



veja também