Falta de médico faz manifestantes fecharem ponte de Grussaí, em São João da Barra

Médicos foram retirados por força de contrato que a Prefeitura firmou e que chegaram ao fim, não tendo sido renovados.


08 de Março de 2016 | 09h51

A falta de médicos foi o motivo de manifestantes fecharem a ponte da localidade de Grussaí, Distrito de São João da Barra, na tarde desta segunda-feira (07).

Há duas semanas a unidade de Saúde Grussaí está sem médico com exceção do sábado, visto que o médico concursado que atua no local paga para uma colega ir em seu lugar dar plantão. Fora isso, de domingo a sexta, não há médicos. A revolta maior é que no último sábado, informação não oficial, a Secretaria de Saúde, Denise Marília, teria pedido para a profissional dar plantão na localidade de Mato Escuro, visto que lá também estava sem médico e com muitas reclamações, inclusive de outros profissionais. 

"A Secretária de Saúde deu prioridade para Mato Escuro e deixou Grussaí de 'calça arriada', sem médico, e lavou as mãos para nossa comunidade. Ela está querendo fechar o Posto de Saúde de Mato Escuro e reduzir a carga horária de Grussaí de 24h para 12h. Tem gente que apoia isso, mas a maioria não apoia. Ninguém quer ver isso aqui não. É uma afronta a nossa população", disse uma pessoa ligada a Secretaria Municipal de Saúde que optou por não se identificar, com medo de represálias.

Ainda de acordo com denúncias, médicos foram retirados por força de contrato que a Prefeitura firmou e que chegaram ao fim, não tendo sido renovados. Sendo assim, nos dias terça, quarta, quinta, sexta e domingo, os profissionais que atuavam eram contratados, já no sábado e na segunda-feira, os profissionais eram concursados. O profissional de segunda-feira tirou férias e o de sábado paga para outro profissional atuar em seu lugar. Como isso foi descoberto esta semana, já que a população procurou saber o motivo de ter apenas uma médica em um único dia da semana (sábado), a manifestação foi realizada na ponte, à fim de alertar todo o município. 

A assessoria de imprensa da Prefeitura de São João da Barra, cheia de demandas, optou por não responder a população de São João da Barra. 

 

Fonte: Portal OZK  

 

 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.