Professores do Rio usam as redes sociais para compartilhar aulas

Vídeos e áudios são divulgados em várias plataformas com conteúdos


26 de Março de 2020 | 08h40

No dia seguinte que soube da hashtag #ComparilheUmaAula, o professor de matemática Deivison de Albuquerque estava com um vídeo no Facebook compartilhando uma aula sobre Teorema de Tales, voltada para os alunos do 9º ano, que estão com as aulas suspensas. A ideia da hashtag é da 6.ª Coordenadoria Regional de Educação do Município do Rio de Janeiro. O objetivo é disponibilizar, na rede social, atividades escolares para que os alunos não percam o ritmo de estudos.

“A minha área, matemática, requer uma certa constância de estudos. Estamos em um momento complicado, que não sabemos quando retornaremos às aulas regulares. É muito importante manter os estudos, procurar videoaulas, para não ficar zerado”, diz o professor da Escola Municipal Alberto José Sampaio, na Pavuna, na zona norte do Rio.

O professor conta que recebeu mensagens não apenas dos próprios alunos, mas de estudantes de outras escolas que estavam em busca de atividades. Ele pretende continuar com os vídeos semanalmente. Segundo ele, a escola onde leciona passou a ter acesso a computadores apenas no ano passado, então, fazer exercícios online não é um hábito para a maioria dos estudantes.

“Acho que será bem novo para eles, eles precisam se acostumar. Por isso que videoaula na rede social acaba ajudando porque é algo que eles têm mais acesso. A rede social é mais acessível do que entrar na internet para procurar uma videoaula”, diz o professor.

 

Fonte: Agência Brasil


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.