Câmara vota cassação da prefeita de Carapebus

Christiane é acusada de crimes de responsabilidade


13 de Fevereiro de 2020 | 15h15

Uma comissão na Câmara de Carapebus deve votar nesta sexta-feira (14) a cassação da prefeita Christiane Cordeiro (PP). O processo foi suspenso pela Justiça após pedido do Executivo, mas foi liberado no dia 29 de janeiro pela 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Christiane é acusada de crimes de responsabilidade como; deixar de responder a ofícios dos vereadores; descumprimento do limite de 1% do remanejamento do Orçamento; desvio de verba do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e do Fundo de Saúde, utilização dos royalties para pagamento da folha; irregularidades em licitações e conduta incompatível com o cargo.

A sessão na manhã desta quarta-feira (12) foi marcada por muita discussão após os parlamentares adiarem o julgamento de pedido de cassação para amanhã (14).

O julgamento foi adiado pela falta de tempo dos vereadores ter acesso a leitura do processo de cassação que contém quase 30 mil páginas.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.