Bacia de Campos com 32 plataformas no movimento de greve

Agora só faltam sete unidades aderir à greve


12 de Fevereiro de 2020 | 17h10

Na manhã desta quarta-feira (12) o número de plataformas no movimento chegou a 32. Agora só faltam sete unidades aderir à greve. O trabalho de conscientização da categoria tem sido feito diariamente nos aeroportos, por onde embarcam trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás.

As ações de convencimento de adesão à greve nas bases de terra foram focadas no EDINC e Praia Campista. Pela manhã, diretores e grevistas estiveram nos locais carregando faixas e conversando com os colegas administrativos da base. Também foi distribuído o jornal de poesias antifascista O Positivo, que conta com o patrocínio do Sindipetro-NF. Em Imbetiba, está se tornando uma prática da greve, fazer um corredor para que os trabalhadores e trabalhadoras passem para entrar na base.

Parte dos diretores do NF estiveram às 7h em Cabiúnas orientando os trabalhadores e trabalhadoras a fazer o corte de rendição no Terminal de Cabiúnas que cresce a cada dia, com o pessoal aderindo à greve. O NF tem informação da redução da chegada de gás  nas Unidades do Terminal. Três unidades recebem cerca de 5.400 m3 de gás por dia e já estão cogitando o fechamento de uma unidade por conta dessa diminuição.

Embarque de pelegos

A Petrobrás está tentando burlar a ação dos grevistas no aeroporto de Macaé e segundo relatos, está fazendo o embarque dos pelegos pelo hangar da OMNI. O Sindipetro-NF alerta que ao fazer isso, a empresa deixa de realizar todos os procedimentos adotados pela segurança de voo como check in, inspeção. pesagem de malas, raio X e detector de metais.

 

Fonte: Sindipetro-NF


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.