GNA conclui 1º Programa de Qualificação Profissional com mais de 300 alunos formados

Cerca de duzentas pessoas que participaram do programa estão trabalhando na construção do complexo termelétrico da GNA e em outros empreendimentos do Porto do Açu


24 de Janeiro de 2020 | 09h56

A GNA, a prefeitura de São da Barra e a Firjan/Senai realizaram ontem (22/01) a segunda cerimônia de formatura do Programa de Qualificação Profissional. Nesta etapa, 106 alunos foram homenageados e reconhecidos pela conclusão dos cursos oferecidos gratuitamente pela empresa nas áreas de Mecânica, Eletricidade, Construção Civil e Montagem Industrial.

O evento reuniu familiares dos alunos, a prefeita de São João da Barra, Carla Machado, a diretoria da GNA e da Firjan e contou ainda com homenagens dos formandos. "Um sonho realizado! Quantos de nós não sonhava em se qualificar e ingressar no mercado de trabalho? Obrigada GNA por nos oferecer o melhor em termos de qualificação!", celebrou Daniel Rangel Rosário, que cursou Eletricista de Força de Controle e ganhou medalha de ouro na etapa regional e estadual da Olimpíada do Conhecimento de 2019 da Firjan, se tornando o melhor eletricista industrial do estado do Rio de Janeiro

Durante o evento, o diretor de Implantação da GNA, Carlos Baldi, reforçou a importância do Programa para a GNA.  "A formatura é mais um marco que mostra a parceria da empresa com prefeitura e Firjan. O programa possibilita a inclusão de novas pessoas no mercado de trabalho não só nas obras da GNA I como nos próximos projetos da companhia", destaca Baldi.  

Já o diretor de Sustentabilidade da GNA, Vicente Habib parabenizou a participação dos moradores nos cursos. "Vocês são os protagonistas dessa história, pois, com muito empenho e dedicação, conquistaram esse diploma. Somos admiradores de vocês e dessa trajetória que começa agora", ressalta o diretor.

A head de RH da GNA, Ângela Serpa, destacou que outras áreas de empresa estiveram envolvidas no projeto. "O programa foi além da escolha dos cursos. Nossa equipe montou oficinas de empregabilidade no intuito de prepará-los para o mercado de trabalho. Ensinamos a montar um currículo, como fazer o cadastro no SAGE (site de banco de currículos desenvolvido pela GNA em parceria com Prefeitura), além de palestras de como agir em uma entrevista de emprego", acrescenta Ângela. 

Para a prefeita de São João da Barra, Carla Machado, o Programa representa o sucesso de uma parceria entre o poder público municipal e a iniciativa privada. "Fico feliz de ver esta galera com mais oportunidades de conhecimento e, principalmente, por ver São João da Barra com mais ofertas de empregos. As ações em conjunto com as empresas têm sido a diretriz da nossa política de empregabilidade e os resultados até aqui alcançados mostram sua eficácia", destacou.

Programa de Qualificação Profissional da GNA

Lançado em novembro de 2018 o Programa de Qualificação Profissional da GNA foi idealizado com o apoio da Prefeitura de São João da Barra e da Firjan Senai, com o objetivo de qualificar os profissionais e garantir o maior número possível de trabalhadores da região na construção dos empreendimentos da GNA que integram o maior parque termelétrico da América Latina, no Porto do Açu, ou em outros projetos do entorno.

A procura de mulheres para os cursos na área de construção civil foi um marco importante no projeto, o que resultou em mais de 20% das inscrições. Com alto número de adesão, a GNA criou uma turma exclusiva de Soldadoras, para que possam servir de inspiração para outras mulheres da região que vislumbram a construção civil como uma opção de trabalho. Todas as alunas da turma foram contratadas para as obras da GNA I. Ao todo, mais de 300 mulheres trabalham hoje no empreendimento, ampliando a diversidade e inclusão de gênero no mercado de trabalho da região.

Os resultados do Programa de Qualificação renderam à GNA a indicação, como uma das finalistas, ao Prêmio Faz a Diferença, na categoria Desenvolvimento do Rio. A premiação, que é uma iniciativa do jornal O Globo, premia as empresas que mais fizeram a diferença em 2019.

 

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.