Com pagamentos atrasados há três meses, RPA"s param atividades no HGG

Funcionários afirmam que só retornam ao trabalho após o pagamento


13 de Dezembro de 2019 | 16h36

Previous Next

A crise na saúde pública de Campos ganha mais um triste capítulo ás vesperas do Natal. Por falta de pagamento há três meses os prestadores de serviço por Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) paralisaram as atividades na manhã desta sexta-feira (13), no Hospital Geral de Guarus. Serviços médicos na emergência e o setor de limpeza da unidade aderiram à paralisação. Além disso, os funcionários afirmam que foram ameaçados de serem demitidos caso falassem com a imprensa.

Funcionários que não se identificaram, com medo de represália, contaram que devido à falta de pagamento eles estão sem condições de pagar aluguel, e alguns foram obrigados a pegar dinheiro emprestado para comprar remédios e alimentação para a família. A revolta é grande entre os servidores.

A crise não afeta somente o HGG, mas diversas unidades de saúde como o São José, o Posto de Urgência (PU) de Guarus, e servidores de várias aéreas como segurança, limpeza e administrativo. “Os médicos acabaram de fechar a porta da emergência porque não tem como eles atenderam sem limpeza”, contou uma funcionária.

Os trabalhadores ressaltam ainda que não foi passada nenhuma previsão para que o pagamento seja feito. “Na terça-feira (10) nós ameaçamos parar, mas eles (direção) pediram para a gente aguardar até hoje.  Só vamos voltar ao trabalho depois que o pagamento estiver na conta”, afirmou a funcionária.

Após a chegada da imprensa, o diretor do HGG, Dante Pinto Lucas, se reuniu com os funcionários RPA’s por alguns minutos e em seguida falou com os jornalistas que o atendimento ao público não foi afetado na unidade. No entanto, Dante não falou sobre o pagamento e disse que a comunicação da prefeitura iria emitir uma nota oficial.


2 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Junior

15/12/2019 | 10h50
Garotinho tá fazendo falta

Tais

14/12/2019 | 11h23
Não são 3 pagamentos e sim 3 e meio.