Justiça dá prazo de 72 horas para prefeitura se pronunciar sobre o 13º salário

Rafael Diniz disse que pagamento será pago em duas parcelas, em fevereiro e maio


04 de Dezembro de 2019 | 18h06

Embora não queira abrir os cofres do município no final deste ano e pagar o 13º salário dos servidores públicos, o prefeito Rafael Diniz se viu encurralado nesta terça-feira (3), com a decisão do juiz da 5ª Vara Cível de Campos, Heitor Carvalho Campinho.

O juiz deu o prazo de 72 horas para que a prefeitura de Campos se manifeste sobre a ação civil pública proposta pelo Sindicato dos Profissionais Servidores Públicos Municipais de Campos dos Goytacazes (Siprosep).

Na ocasião, a categoria pede o pagamento do 13º salário dos servidores da ativa ainda este ano. No caso da prefeitura não se pronunciar, a liminar será deferida.

No último dia 28 a prefeitura informou que “se viu obrigada a programar o pagamento do 13º salário dos servidores estatutários da ativa, em duas parcelas: a primeira a ser paga em fevereiro e a segunda até maio de 2020”.

A notícia não caiu nada bem para o servidores que não terão na conta o benefício tão esperado do fim ano.


1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Marciascala

08/12/2019 | 00h51
Nunca passamos.por tanto perrengue como estamos passando nessa gestão,o camarada em campanha pregava que o problema de Campos não era dinheiro,era péssima gestão,depois que assumiu o problema virou falta de dinheiro,falta gestão,falta vergonha na cara,de prometer o céu e dar o inferno,tanto para o funcionalismo público quanto a população em geral.Torcendo muito.para esse ano acabar e tão logo acabar o que nem começou,ranço geral desse desgoverno.