Defesa Civil prossegue com o mapeamento dos locais alagados em SFI

As chuvas ocasionaram prejuízos e alagamentos em diversos pontos do município


02 de Dezembro de 2019 | 14h00

No mês de novembro, São Francisco de Itabapoana já recebeu cerca de 250 milímetros de águas de chuva, segundo dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais do Rio de Janeiro (Cemaden/RJ). As chuvas ocasionaram prejuízos e alagamentos em diversos pontos do município.

Em atenção às pessoas que tiveram suas casas invadidas pelas águas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, através do Departamento de Defesa Civil, tem percorrido os locais mais atingidos para mapear os pontos de alagamentos e, em conjunto com as secretarias de Trabalho e Desenvolvimento Humano, de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos e demais órgãos municipais, realizar ações cooperativas para auxiliar os moradores afetados.

As localidades de Santa Clara, Barra do Itabapoana, Batelão e Lagoa dos Paus estão sendo monitorados frenquentemente pela agente da Defesa Civil Regilane Oliveira e outros integrantes da secretaria para prestar atendimento à população. Conforme dados, duas famílias ainda estão desalojadas e mantêm-se na residência de parentes e conhecidos.

Na sexta-feira (29), em Barra do Itabapoana, foi necessário o uso de retroescavadeira e uma bomba ligada a um trator com canos para transferir as águas das chuvas represadas de terrenos, que não tinham para onde escoar. Em Santa Clara também estão sendo realizadas obras preventivas. “Agradecemos o apoio da Secretaria de Obras, que está dando todo o suporte, através das máquinas, para retirar as águas”, disse a secretária de Meio Ambiente, Luciana Soffiati.

A agente da Defesa Civil fez um apelo à população. “Pedimos que todos fiquem atentos, pois a previsão é de que chova até segunda-feira (2) com aproximadamente 150 mililitros de águas, com ventos fortes e chuvas moderadas a ocasionalmente fortes”, detalhou Regilane.

De acordo com a secretária de Meio Ambiente, o trabalho está sendo intensificado. “A secretaria está atenta aos problemas e tem feito rondas constantes no município. A Defesa Civil está percorrendo todos os locais. Como estão previstas mais chuvas, a orientação é de que, em caso de emergência, o morador deve entrar em contato com o Canal Verde pelo telefone (22) 9.8161-6713”, solicitou.

Fonte:Ascom

 

 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.