Inscrições abertas para concurso público do Conselho Regional de Fonoaudiologia

São 70 vagas de nível médio e superior para Campos e Rio de Janeiro


25 de Novembro de 2019 | 15h37

Estão abertas até o dia 13 de janeiro de 2020, as inscrições para o Concurso Público do Conselho Regional de Fonoaudiologia da 1ª Região (CREFONO-1/RJ), executado pelo Instituto Quadrix. O certame oferece 70 vagas (4 imediatas e 66 cadastro reserva) para cargos de nível médio e superior, distribuídas nas cidades de Campos de Goytacazes e Rio de Janeiro.

As oportunidades são para Profissional Administrativo (nível médio) e para Agente Fiscal (nível superior). A carga horária é de 40 horas semanais.

As remunerações vão de R$ 1.422,56 a R$ 3.245,37, acrescidas dos seguintes benefícios: vale-refeição, no valor de R$ 32,00 (trinta e dois reais) por dia laborado; vale-alimentação, no valor de R$ 175,00 (cento e setenta e cinco reais) por mês; plano de saúde (médico, hospitalar); plano de cargos e salários; e vale-transporte.

As inscrições, com taxas de R$ 45 e R$ 55, poderão ser feitas, exclusivamente, pelo endereço www.quadrix.org.br.                                                            

As provas objetivas (para ambos cargos) e discursiva (somente para o cargo de nível superior) serão aplicadas na data provável de 16 de fevereiro de 2020, no turno da tarde, e terão a duração de 3 horas e 30 minutos para o cargo de nível médio e 4 horas para de nível superior.

A prova objetiva terá 120 (cento e vinte) itens sobre conhecimentos básicos, complementares e específicos de cada função. A prova discursiva consistirá numa redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, acerca de tema baseado nos conhecimentos específicos do respectivo cargo.

 O Edital Normativo está disponível em www.quadrix.org.br.

 

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.