Campos e região recebem atualização sobre o PETI

écnicos de nove municípios fazem reciclagem de dois dias com equipe do estado


13 de Novembro de 2019 | 09h44

Uma equipe da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos realiza em Campos, nesta terça (12) e quarta-feira (13), trabalho de atualização sobre o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), do governo Federal. A reciclagem direcionada a profissionais dos nove municípios do Norte Fluminense acontece no auditório da Prefeitura de Campos.

Além de Campos, participam profissionais de Macaé, Quissamã, Carapebus, Conceição de Macabu, São Fidélis, Cardoso Moreira, São João da Barra e São Francisco de Itabapoana. A assistente social Ana Paula Rosalina, assessora técnica da secretaria, foi a primeira palestrante.

— É importante esse trabalho, para levar aos técnicos dos municípios de todo o estado, as orientações teóricas e normas do projeto. É uma temática delicada, porque muitas vezes os casos estão dentro da própria família, o que dificulta a identificação — explicou. “Nosso trabalho é feito com bastante rigor técnico, mas todo aprimoramento é sempre bem vindo”, destaca a coordenadora do PETI em Campos, assistente social Bianca Firmino.

Ana Paula Rosalina mostrou um “apanhado” normativo do programa, com orientações ao melhor desenvolvimento das ações. Para a palestrante da tarde, a assistente Luana Monteiro, foi reservada a abordagem sobre o “Serviço de Convivência”. Na programação da quarta-feira, participam como palestrantes a também assessora técnica especial Lucília Machado e a coordenadora de Média Complexidade da secretaria, Graciene Cunha.

A diretora de Proteção Social Especial da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS), Anne Caroline Cardoso, também destacou a importância da reciclagem contínua. “Dessa forma podemos aprimorar nossas ações. Em 2018 detectamos 27 casos de trabalho infantil e este ano, até agora, 56 casos, todos eles recebendo o devido acompanhamento”, esclareceu.

 

Fonte: Supcom/Campos

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.