TRE absolve Bruno Dauaire em ação do PRP por infidelidade partidária

Decisão unânime levou em consideração extinção do partido após fusão com o Patriota


08 de Outubro de 2019 | 12h10

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) absolveu por unanimidade o deputado estadual Bruno Dauaire (PSC) da acusação de infidelidade partidária movida pelo diretório do antigo PRP (atual Patriota). O julgamento aconteceu na tarde desta segunda-feira (7).

O parlamentar foi eleito para seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) pelo PRP, porém, o partido não atingiu a cláusula de barreira nas eleições de 2018 e decidiu se fundir com o Patriota. Com a decisão, o CNPJ do Partido Republicano Progressista foi anulado e a legenda deixou de existir.

A direção do partido entrou com uma ação pedindo a cassação do mandato de Bruno Dauaire por infidelidade partidária depois que o deputado se filiou ao PSC. No entanto, o Tribunal Regional acolheu os argumentos da defesa de que o PRP não existia mais após a fusão e o parlamentar estava livre para mudar de agremiação.

 

Fonte: Ascom

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.