Seminário discute futuro do município de Campos

O projeto “Cidade Inteligente” é liderado pelo ex-prefeito do município Arnaldo Vianna e o seu filho, Caio Vianna


13 de Setembro de 2019 | 10h41

Previous Next

Foi realizado em Campos, na noite de quinta-feira (12), o seminário “Cidade Inteligente”, liderado pelo ex-prefeito do município Arnaldo Vianna e o seu filho, Caio Vianna. O objetivo do projeto é engajar a sociedade no planejamento da cidade, elaborando um plano para os problemas que município enfrenta nos dias atuais. O seminário tem como público-alvo todos os interessados em discutir o futuro de Campos e soluções para as crescentes demandas.

O seminário também teve as participações de economista, professor, médico, especialista em segurança pública e gestão de negócio, que dialogaram no evento e colocaram suas ideias para a melhoria da cidade campista.

Caio Vianna explicou a ideia de como foi iniciado o seminário e o objetivo traçado pelo projeto.

“A gente inicia o primeiro seminário de ‘Cidade Inteligente’ para a gente debater a realidade do município, debater sobre os problemas que a sociedade enfrenta no dia-a-dia e encontrar caminhos inteligentes e alternativos para que a gente volte a ver Campos sorrir novamente. Campos precisa está no cenário como uma cidade importante, uma cidade que promove emprego, que gera renda e a gente tem todas essas qualidades aqui na nossa própria cidade para gerar isso”, explicou.

Caio Vianna ressaltou a importância de dialogar com a população.

“A gente acaba sempre chegando e dando atenção a um por um, ouvindo as pessoas de localidades diferentes, entendendo qual é a demanda; porque são demandas distintas. A gente sabe que hoje a cidade está passando por muita dificuldade em praticamente todos os setores. Existe uma gestão que hoje ela não tem qualificação adequada, não dando atenção necessária e não cuidando do povo que é o principal”. 

Durante a entrevista para o NF Notícias, Caio Vianna também lembrou que na gestão de Arnaldo Vianna, foi criado o Fundecam (em 2001), mas ao passar do tempo, os outros governantes não deram a importância necessária ao projeto e, assim, fincando dependentes do royalties para a geração de empregos no município.

 “As pessoas falam muito para pensar de Campos além dos royalties, mas na verdade, Arnaldo já foi inovador lá atrás, Arnaldo conseguiu fazer isso. O projeto Fundecam conseguiu fazer isso, foi o único projeto que de fato efetivou Campos além dos royalties, pensando em gerar emprego em gerar renda, para a gente ter uma economia forte”, finalizou.

 

Fonte: Redação


1 COMENTÁRIO


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


William Jacob S Martins

14/09/2019 | 08h58
Bom dia !!! Cidade com população acima de 400.000 pesosas, sem ferrovia não pode ser inteligente. Até qdo vão deixar as cargas e passageiros passarem somente pelas rodovias e seus pedágios ?