Preso um dos suspeitos de executar vereador na Região dos Lagos

Crime ocorreu em Araruama


10 de Setembro de 2019 | 11h59

Policiais da 118ª (Araruama) e PMs do 3ª Companhia do 25ºBPM (Cabo Frio) prenderam, nesta terça-feira, um suspeito da morte do vereador Ciraldo Fernandes da Silva (DEM), de 57 anos. Yuri dos Santos Ortega Santana, de 18 anos, foi preso em Araruama, na Região dos Lagos, no mesmo município onde o vereador foi executado.

 

Pistola teria sido usada na morte do parlamentar

Pistola teria sido usada na morte do parlamentar

 

Ele estava com uma pistola com numeração raspada, que teria sido utilizada no assassinato.

Yuri é suspeito de participar da morte de um vereador

Yuri é suspeito de participar da morte de um vereador

 

O suspeito prestou depoimento​ na 118ªDP e confessou ter participado do crime ao lado de um outro homem que também já foi identificado. Segundo o suspeito, ele teria sido convidado pelo outro assassino, que foi identificado apenas por um primeiro nome, para participar da morte do parlamentar.

O motivo do assassinato seria uma rixa envolvendo a vítima e o autor do crime que continua foragido. Yuri disse estar em Araruama há puco tempo e confessou integrar a maior facção criminosa do Rio. Ele estaria ainda envolvido no tráfico da localidade conhecida como Campo do UTA no bairro Fazendinha.

O vereador foi morto com sete tiros, no último domingo, quando estava em um bar na localidade conhecida como Campo do UTA, no Bairro Fazendinha.

Segundo a delegada Janaina Cristina Peregrino, titular da 118ª DP, o segundo homem que participou do assassinato do político deverá ser preso a qualquer momento. Peregrino comentou a rápida elucidação do crime.

— O desfecho bem sucedido da investigação em curto espaço de tempo demonstra que a população pode confiar no trabalho da Polícia Civil — salientou.

Este é o segundo caso de assassinato envolvendo um político da Fazendinha só neste ano.

Em maio, o ex-vereador Sérgio Cunha de Andrade, o Serginho da Lotada, foi encontrado morto na mesma região. O crime também é investigado pela 118ªDP

 

Fonte: Extra/Online


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.