Sistema alimentador: permissionários aptos iniciam operações neste fim de semana

Com o início da operação, cerca de 100 veículos serão acrescidos ao sistema, proporcionando um transporte de melhor qualidade à população


14 de Agosto de 2019 | 15h40

O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) entregou nesta quarta-feira (14) as primeiras 96 ordens de serviço para o início da operação, neste fim de semana, dos permissionários aptos do sistema alimentador de transporte (vans e micro-ônibus habilitados). Esta é mais uma fase da implantação do Mobi Campos no novo sistema de transporte público do município.

Na última segunda-feira (12), motoristas de vans realizaram um protesto na Rua Barão da Lagoa Dourada, em frente ao Instituto Municipal de Trânsito e Transportes - IMTT. Nesse novo ato, os permissionários alegaram que os veículos estão prontos para circular pelo município, no entanto, a Prefeitura não tinha autorizado a medida para o início do processo. Foram 100 veículos parados, com 90 pessoas acampados desde a última quinta-feira (08) no local.

- Há 30 dias, iniciamos o período de transição com os ônibus assumindo todas as localidades do município. Hoje, estamos dando um passo importantíssimo dentro do novo sistema, com a liberação das ordens de serviço daqueles que ganharam a licitação, apresentaram seus veículos e já estão com seus certificados da vistoria em mãos. Neste fim de semana, com o início da operação, cerca de 100 veículos serão acrescidos ao sistema, proporcionando um transporte de melhor qualidade à população - explicou o presidente do IMTT, Felipe Quintanilha.

Ainda de acordo com Quintanilha, as vans e micro-ônibus, que começarem a circular, vão somar aos ônibus que permanecerão circulando em todo o município. Também durante este período de transição, nos terminais de integração, serão instaladas estruturas temporárias para abrigo e segurança da população.

Nos locais haverá a presença dos fiscais do IMTT e de agentes da Secretaria Municipal de Segurança Pública, com objetivo de informar aos passageiros e cumprimentos dos horários dos veículos. Pelo aplicativo Mobi Campos, que já tem mais de 50 mil downloads, o passageiro poderá monitorar tanto os ônibus quanto as vans e micros.

- Estamos passando por um momento de revolução no setor do transporte. A bilhetagem eletrônica também terá um período de transição para ser implantada. Em até 60 dias os permissionários deverão instalar seus equipamentos para que a população possa fazer a integração, ou seja, pagar uma única passagem nos deslocamentos dos distritos para o Centro e vice-versa. Muitas melhorias já foram feitas e muitas conquistas estão por vir - concluiu Quintanilha.       

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.