Justiça determina bloqueio de R$ 18 milhões de Garotinho e Rosinha; ambos estão proibidos de entrar em Campos

A decisão, no entanto, indeferiu o pedido de prisão preventiva: ao invés, o ex-governador terá que cumprir medidas cautelares


15 de Junho de 2019 | 08h21

Os ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Matheus se tornaram réus no caso da Operação Chequinho. O juiz Leonardo Cajueiro, da 2ª Vara Criminal de Campos dos Goytacazes, recebeu a denúncia do Ministério Público e determinou o bloqueio de R$ 18.047.277,00.

O valor bloqueado diz respeito ao que teria sido desviado da prefeitura da cidade no Norte Fluminense entre os meses de julho e dezembro de 2016 — na época, comandada pelo casal: Garotinho era o secretário de Governo da mulher.

O moço é acusado de praticar os crimes de supressão de documento (18.834 vezes), peculato (82.248 vezes) e crime de responsabilidade de prefeito — em conjunto com Rosinha.

A decisão, no entanto, indeferiu o pedido de prisão preventiva: ao invés, o ex-governador terá que cumprir medidas cautelares. Entre elas, estão o recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga, monitoramento eletrônico e a proibição de ir a Campos ou a escritórios de representação do município.

 

Fonte: Extra/Online


4 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Leandro

16/06/2019 | 21h56
Sempre vai ter alguém para alegar que é perseguição política, um casal que comandou as maiores falcatruas no município no período de governo dos dois, dinheiro do siprosep desapareceu em sua gestão 450 milhões, mais os bilhões que a caixa emprestou, saiu deixando uma dívida gigante, obras inacabadas, o parque Saraiva é um exemplo disso. 18 milhões deve ser só uma parte do que acharam.

Eduardo

16/06/2019 | 08h27
Justiça rígida essa com a família Garotinho mais no tempo dos governos do pmdb parecia que nem existia justiça...

Eliger

15/06/2019 | 19h42
Só uma pergunta: Se esse casal sempre se disse pobre e sem bens nenhum, de onde vieram esses 18 milhões, que foram bloqueados? Sinal que tem muito mais...

João Batista

15/06/2019 | 12h01
Covardia o que estão fazendo Rozinha e Garotinho, sabe o nome disso, perseguição política...