Nova regra livra pelo menos 1,4 milhão motoristas de perder a CNH

O projeto de lei apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro que pretende ampliar, de 20 para 40 pontos


06 de Junho de 2019 | 09h36

O projeto de lei apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro que pretende ampliar, de 20 para 40 pontos, o limite da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) permitiria que pelo menos 1,4 milhão de motoristas, considerados atualmente infratores, continuassem dirigindo nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Esse é o total de motoristas que hoje, segundo as unidades do Detran nos dois estados, têm entre 20 e 39 pontos somados na habilitação. De acordo com a legislação vigente, no período de um ano a partir da primeira infração, eles teriam o documento suspenso. Diante da proposta do governo, porém, poderiam seguir dirigindo até completar o novo limite de 40 pontos.

 

Fonte: Extra/Globo


4 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Claudio

06/06/2019 | 22h13
Esse homem merece meu respeito como brasileiro que sou , parabéns Sr presidente.

Moto Boy

06/06/2019 | 18h50
Bom, como meu trabalho depende da minha CNH, acho mais que justo aumentar o número de pontos, pois quem nunca tomou uma multa por motivos que agente não pode explicar mais tomou eu tomei 3 multas e estou recorrendo e aproxima perco minha CNH e aí perco o meu ganha pão, acho que se o motorista fizer uma infração grave como dirigir alcoolizado ou drogado tem que perder o direito de dirigir, mais por tomar multas não deveria perder o direito de dirigir, só o fato de pagar o alto preço da multa, nos dá o grande arrependimento de te tomado a multa em si.

Josimar

06/06/2019 | 15h00
Parabéns senhor Presidente

Adão

06/06/2019 | 12h07
Melhor presidente que em vida posso dizer pensando sempre no povo e não em seus próprios interesses.que Deus abençoe e dê muitos anos de vida