Witzel diz que vai investir R$ 30 milhões em projeto do setor da cana na região

Governador afirmou que vai estimular as cooperativas e incentivar a importação


23 de Maio de 2019 | 14h57

Previous Next

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, participou da abertura da RioAgro Coop, na manhã desta quinta-feira (23), na Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro), em Campos. Na ocasião, afirmou que vai investir cerca de R$ 30 milhões da Agência Estadual de Fomento (Agerio) para projetos de irrigação no setor da  produção de cana.

- Vamos trazer dinheiro necessário para a gente financiar a irrigação da cana-de-açúcar em Campos. A gente vai financiar o que for necessário. Me disseram algo em torno de R$ 30 milhões. Nós vamos correr atrás. Nós vamos trazer os financiamentos para conseguir progredir - ressaltou Witzel.

O governador lembrou que a exportação é uma alternativa importante para as cooperaticas da região. "Vamos estimular as cooperativas, inclusive a importação. Vamos trabalhar para que eles possam vender para o exterior. Colocar produtos nas prateleiras dos supermercados da Europa e Estados Unidos. Nós temos condições. Esse é um desafio importante", afirmou

"Eu sei do trabalho de Wladimir, na Câmara Federal, para transformar a região aqui em semiárido para buscar fundos de investimentos e créditos", frisou Witzel.

Witzel ainda agradeceu ao prefeito Rafael Diniz e todos os prefeitos da região. “Ganhei a eleição para governar para todos. Independente de partidos e escolhas durante a eleição. Mas, agora é hora de união, discutir os problemas e encontramos as soluções. Nossos secretários estão trabalhando com afinco e fazendo as reuniões. E dentro dessas reuniões nós vamos voltar a Campos para trazer o gabinete itinerante e poder novamente ouvir os avanços que nós estamos realizando nesses primeiros seis meses de governo", finalizou.

Segurança:

A segurança pública tambémfoi lembrada pelo governador. "Nós estamos colocando em prática as ações, principalmente em segurança pública. Sem segurança nossas famílias sofrem e além disso teremos dificuldades para trazer investidores", citou.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.