PM e falso policial civil são presos suspeitos de sequestros-relâmpago

Uma procuradora havia vendido uma casa em Cabo Frio, na Região dos Lagos, por R$ 650 mil e os bandidos foram até a casa dela para roubar o dinheiro


21 de Maio de 2019 | 10h10

Um PM, um falso policial civil e um jardineiro foram presos, nesta terça-feira, suspeitos de integrarem uma quadrilha que faz sequestros-relâmpago na Zona Oeste do Rio. Segundo as investigações da Polícia Civil, o bando fez pelo menos três vítimas em 30 dias. As informações são do "Bom Dia Rio"

Um dos casos — que deu início às investigações — foi há cerca de um mês. Uma procuradora havia vendido uma casa em Cabo Frio, na Região dos Lagos, por R$ 650 mil e os bandidos foram até a casa dela para roubar o dinheiro.

Mas a quantia já havia sido depositada e o bando, então, levou o filho da procuradora para um cativeiro. A mãe do jovem pagou o resgate de R$ 44 mil. De acordo com as investigações, o mentor desse crime foi o jardineiro que trabalhava na casa da vítima.

Os presos foram encaminhados para a 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes).

 

Fonte: Extra/Globo

 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.