Termelétrica: Câmara de Macaé defende prioridade para mão de obra local

Márcio Bittencourt pede que prefeitura busque meios para priorizar trabalhadores que residem em Macaé


16 de Maio de 2019 | 13h59

Com a implantação de uma nova termelétrica, há grandes expectativas para a abertura de postos de trabalho. Nesse sentido, a Câmara Municipal de Macaé aprovou, por unanimidade, um requerimento de Márcio Bittencourt (MDB) para que a prefeitura estude meios de assegurar que 90% das vagas sejam ocupadas por moradores da cidade. Todos os vereadores presentes na sessão desta quarta-feira (15) votaram a favor da iniciativa.

“Quando uma pessoa que estava desempregada retorna ao mercado, volta a colaborar com a economia e com a circulação de renda. Hoje, há milhares de macaenses em busca de uma oportunidade e precisamos pensar neles”, defendeu Márcio.

Para Marvel Maillet (Rede), o governo municipal falha no apoio à capacitação profissional. “É preciso oferecer cursos técnicos, pois a maior parte das vagas exige uma qualificação adequada. Como parlamentar, apresentei uma emenda que destina orçamento para a área, mas ainda não vimos algo de concreto”, lamentou.

De acordo com Cristiano Gelinho (PTC), a Secretaria de Trabalho tem estudado meios para viabilizar o pedido de Márcio. Já o presidente, Eduardo Cardoso (PPS), disse que a termelétrica é uma realidade para a economia local, mesmo com a concentração de ações voltadas para a possível construção de um porto marítimo na praia do Barreto. “Há anos só ouvimos falar dessa promessa. Acredito que não sairá do papel”, finalizou.

Fonte: Ascom


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.