Primeiro dia de blitz do Detran surpreende motoristas

Motoristas de veículos flagrados em mau estado de conservação, como pneus carecas e para-brisas rachados, por exemplo, estão tendo de 40 minutos a uma hora para resolverem os problemas no local das bl


08 de Abril de 2019 | 11h22

O primeiro dia de blitzes da operação Detran Seguro pegou motoristas de surpresa. Até o meio da manhã desta segunda-feira, três veículos em situação irregular foram removidos para o Pátio Legal de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Foram dois carros e uma motocicleta. Os veículos são parados para conferência da documentação e do estado. O vice-presidente do Detran, o delegado federal Marcelo Bertolucci, informou que nesse primeiro momento motoristas de veículos flagrados em mau estado de conservação, como pneus carecas e para-brisas rachados, por exemplo, estão tendo de 40 minutos a uma hora para resolverem os problemas no local das blitzes. Se nesse tempo não forem sanadas as irregularidades, o veículo será rebocado.

Foi o que aconteceu com o Santana Quantum LIV-9244, da Serralheria Transportaço. Parado numa das três blitz que acontecem simultaneamente na cidade, na região metropolitana e no interior, o veículo foi flagrado com três pneus carecas. Com o prazo de uma hora para resolver os problemas, os três funcionários acabaram desistindo e o veículo foi rebocado.

- Acho uma boa trabalhar dessa forma dando tempo para que os motoristas resolvam os problemas na hora. Mas não conseguimos os três pneus em tempo hábil e infelizmente estamos indo embora a pé - lamentou o serralheiro Maicon Francisco da Silva Almeida, de 35 anos.

Um caso inusitado, mas que foi resolvido com bom senso aconteceu quando a câmera inteligente (OCR) que envia dados sobre os veículos que passam ao sistema do Detran, flagrou o Astra de placa LPQ - 9957, cujo motorista está com a carteira de habilitação suspensa. O veículo possui cinco autuações. Apesar disso, como o motorista transportava uma deficiente visual, ele foi liberado com a chegada de um motorista em situação regular.

- A situação do motorista vai se agravar junto ao Detran, mas o bom senso nos fez liberar o veículo para não constranger a pessoa debilitada - comentou o vice-presidente do Detran, Marcelo Bertolucci.

O presidente do órgão, Luiz Carlos das Neves, explicou que o Detran seguro observa sete itens dos veículos que precisam estar ok.

- Vidros, lataria, faróis, setas, placas, pneus e o kit gás devem estar funcionando e em bom estado de conservação. O foco do Detran é proporcionar um trânsito seguro. Esse é o nosso objetivo e por isso o nome da operação. o que nós queremos é trazer o motorista para o nosso lado e que ele se conheciam tize que o veículo deve estar em plenas condições que garanta a sua segurança e não coloca em risco a vida das pessoas.

As operações serão diárias até mesmo nos sábados e domingos, explicou o presidente do Detran:

- Começamos com três no município, na Região Metropolitana e no interior com operações das 9h ao meio-dia e, à tarde, das 13h às 17h. E vamos aumentar gradativamente. Acredito que isso vai melhorar a situação. O foco é muito mais na orientação do que na repressão. Esse é o principal objetivo do Detran. A gente quer tirar aquela pecha, aquela imagem de um órgão repressor. Queremos que o motorista se conscientize e lute por um trânsito mais seguro - disse o presidente do Detran, que participou do início de uma das operações.

Os motoristas que são flagrados com alguma irregularidade que não ponha em risco o trânsito de veículos, como licenciamento atrasado e faróis danificados durante o dia, por exemplo, recebe um check list, um documento do Detran que não autoriza o infrator a circular com seu veículo.

- Ele deve recolher seu veículo em casa e procurar um dos postos do Detran para resolver a situação. Se for pego em outra blitz terá o veículo apreendido - explicou o vice-presidente do órgão.

O analista de sistemas José Carlos Mendes foi parado com seu Chevette 1988 de placa LGZ-2475. O estado de conservação do carro foi considerado bom e a documentação do motorista está ok. Mesmo assim ele aguardou a entrega de um check list, que nesse caso funciona apenas como um documento que comprova que ele foi submetido a uma blitz.

 

Fonte: Extra/Globo


16 COMENTÁRIOS


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Ednei Barbosa Da Silva

09/04/2019 | 16h51
Parabenizo o Detran - RJ pela ação de conscientizar os motoristas da importância de manter seus veículo em bom estado de conservação e de segurança. Espero que os demais Detrans também adotem essa ação.

Wilson Medeiro

09/04/2019 | 15h02
É só andar em dia com o veículo e a documentação não vai ter problema com ninguém.

Genésio

08/04/2019 | 23h58
E as motocicletas que emitem ruídos acima de 102 Db? A maior fonte de poluição sonora das cidades. Campos dos Goytacazes está entregue a esses criminosos e a PM e prefeitura nada fazem.

Rodmar Pinheiro

08/04/2019 | 22h09
POLÍTICOS SO SABEM FAZER ISTO, ARRECADAR NAS NOSSAS COSTAS VISTORIAS NO MEIO DA RUA CAUSANDO TODO O TIPO DE TRANSTORNO PARA A POPULAÇÃO , JA COM REBOQUES PROCURANDO A QUALQUER CUSTO TOMAR O NOSSO BEM PARA MAIS TARDE LEVA-LO A LEILÃO PARA ENCHER OS COFRES PÚBLICOS PARA BANCAR ALTOS SALÁRIOS E MORDOMIAS DESSES VAGABUNDOS QUE ESTÃO NO PODER. É UM ABSURDO UM ROUBO. CANALHAS ...

Maria Silva

08/04/2019 | 19h36
Gostaria que vcs dissessem essa blitz em Rio Bonito,pq tem muitos carros velhos e sem documentos por lá, vcs estão fazendo um bom trabalho.

Jose Luiz Ferreira

08/04/2019 | 19h23
Muito boa a operação um sucesso para eles. Agora quero vê quando o Detran e companhia vão criar uma lei e punir a super lotação nos ônibus urbanos, onde os cidadãos que mais contribui para o sustento desse Brasil de corruptos bestas feras fardadas acobertados por leis que só beneficiam os grandes empresarios pra isso a justiça e realmente cega .

Newton

08/04/2019 | 17h26
Rio de Janeiro, é o único estado diferente dos demais do Brasil. Só aqui tinha a maldita vistoria obrigatória anual de veículos automotores, que fazia o proprietário de veículos penarem pra agendar uma vaga, isso quando não era em outra cidade do estado por falta de agenda na sua cidade. agora, criaram essa vistorias na ruas para deixar o trânsito pior ainda. Haja paciência. Não é assim que o Detran vai ganhar respeito do cidadão. Será que só o Estado do Rio de Janeiro que está certo ?

Marco Aurélio

08/04/2019 | 17h25
Acho importante essas operações. Mas o que mais precisamos com URGÊNCIA é de agentes nas ruas, pois parece terra sem lei! Carros, motos e principalmente vans avançam sinais, dão fechadas, sobem calçadas com pedestres tendo que desviar com susto... Sem contar sobre as "buzinas" ridículas e barulhentas, como berros e piadinhas aos gritos! Acreditem! Isso existe em Campo Grande RJ !!! É de dar nojo! Absurdos o que se vê no trânsito... Selvageria!

Márcio

08/04/2019 | 16h29
Tudo para arrecadar

Adriano

08/04/2019 | 15h38
Achei muito boa a iniciativa fo detran. Mais trocar 3 pneus em 40 minitos é praticamente impossível

Mauricio

08/04/2019 | 15h27
e os onibus, q geralmente tem pneus carecas entre outras coisas, vao ser parados em blitzes

Elson Estevao

08/04/2019 | 15h08
Sou motorista profissional, por Isso acho importante educação no transito.torna ele mas seguro para todos

José Carlos

08/04/2019 | 14h58
EXTORSÃO LEGALIZADA. O DETRAN é um monstruoso cabide de empregos de parasitas inúteis, diretores super assalariados. Gasta Bilhões de Reais do contribuinte, em despesas suspeitas, sistemas informatizados, aluguéis super faturados. O DETRAN tem que ser EXTINTO.

Piter

08/04/2019 | 14h01
O cidadão pode também exigir um pavintaçao excelente, o governo tá querendo dinheiro,não sei pra que não faz nada pro povo,um exemplo aqui em araucaria os governos que já passaram do estado,deixa a desejar como a Polícia Militar paga aluguel, não tem um ambiente adequado para a Polícia ,só querem dinheiro,para seus cargos de confiança, e ainda ferra os trabalhadores ou sobreviventes desse Brasil,administrado por pessoas de mal indole.

Leandro

08/04/2019 | 13h52
Sempre trabalhando para atrapalhar o cidadão e arrecadar

Edmilson

08/04/2019 | 12h50
Eu li que o veículo que for pego com infração que não oferece risco, ele e liberado para ir para casa e não pode transitar até que tudo se resolva e então apresenta-se ao Detran para que possa da o ok. Beleza. Agora se o proprietário estiver longe de sua cidade e no retorno ele for parado novamente. O veículo dele será rebocado?