Vereador é executado a tiros

Parlamentar estava próximo da praça Olavo Bilac


24 de Março de 2019 | 09h30

Previous Next

 O vereador de Japeri Wendel Coelho (PTdoB) foi morto as 26 anos a tiros na manhã deste domingo (24) dentro do carro em que estava próximo à Praça Olavo Bilac, no bairro de Engenheiro Pedreira, na cidade da Região Metropolitana, a 76 km da capital. A Polícia Militar está no local e a Divisão de Homicídio da Baixada Fluminense (DHBF) já foi acionada.  

O político eleito aos 24 anos com 729 votos estava no primeiro mandato e ocupava uma das onze cadeiras da Câmara Municipal. Wendel era casado.

Em sua página no Facebook, Wendel escreveu sobre a violência na cidade. Ao comentar sobre a perda de um amigo, protestou contra a falta do direito de ir e vir. "Perdemos nosso direito de ir e vir. Hoje foi meu amigo que amo tanto, amanhã será quem? Devemos tomar providências rápidas e imediatas para que não aconteça mais com ninguém. Eu, vereador Wendel Coelho, estarei cobrando para melhoria da Segurança da nossa cidade", escreveu em janeiro deste ano.

O município de Japeri, a 76 km da capital, tem 101.237 habitantes, de acordo com Censo de 2017. O ex-prefeito da cidade Carlos Moraes foi preso em julho de 2017 por envolvimento com o tráfico de drogas. Na mesma operação, o então presidente da Câmara, Wesley George de Oliveira, o Miga, foi alvo de mandado de prisão, chegou a ficar foragido, mas se entregou à polícia. Além deles, o vereador Cláudio José da Silva, o Cacau, também foi preso. Na Operação Sênones, a DHBF e o Ministério Público do Rio de Janeiro afirmaram que uma das maiores facções criminosas do estado havia se instalado na Prefeitura de Japeri. 

A Baixada Fluminense concentra o maior número de homicídios de pessoas ligadas à política no Estado do Rio. Foram 17 homicídios contra políticos, 15 foram na mesma região. Somente três inquéritos foram concluídos. Em nove deles, a polícia tem como principal linha de investigação a atuação de milicianos.

 

 

Fonte: O Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.